689: Dois mortos e menos 20 internados por covid-19 em 24 horas

 

SAÚDE/COVID-19/ESTATÍSTICAS

Estão internados 260 doentes (menos 20 do que na véspera), dos quais 74 (menos um) em unidades de cuidados intensivos. Portugal tem 22.260 casos activos da infecção por covid-19, indica o boletim diário da Direcção-Geral da Saúde.

Os testes à covid-19 têm vindo a ser intensificados
© MÁRIO CRUZ/LUSA

Portugal registou, nas últimas 24 horas, mais 406 casos de covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direcção-Geral da Saúde (DGS). O relatório deste sábado (8 de Maio) mostra também que morreram mais duas pessoas devido à infecção pelo novo coronavírus.

Estão internados 260 doentes (menos 20 do que na véspera), dos quais 74 (menos um) em unidades de cuidados intensivos. No caso dos doentes mais graves, é preciso recuar a 24 de Setembro de 2020 para encontrar menos de 80 doentes nos cuidados intensivos.

Há agora 22.260 casos activos no País, menos 161 do que no boletim de sexta-feira tendo sido registados mais 565 recuperados. Os contactos em vigilância são 20.656 menos 406 do que há 24 horas.

A região norte é aquela que apresenta maior número de novos casos, com 127 e uma morte, seguida da região de Lisboa e Vale do Tejo, com 115 novas infecções e também uma morte registada. A região centro tem 49 novos casos, a do Alentejo 23 e o Algarve 61, mas em nenhuma destas se registou qualquer óbito.

Na região autónoma dos Açores há 22 novos casos de covid-19 e na da Madeira apenas 9, sem que em nenhum haja vítimas mortais da doença.

A taxa de incidência é agora de 61,3 casos de infecção por SARS-CoV-2 por cem mil habitantes a nível nacional (59 casos por cem mil habitantes quando é tido em conta só no Continente). O risco de transmissibilidade R(t) é de 0,95.

Mais vacinas e patentes em discussão

Dados registados num dia em que a União Europeia concluiu um acordo com a ​​​​BioNTech/Pfizer para a aquisição de 1,8 mil milhões de doses extra da vacina contra a covid-19 desenvolvida por estas farmacêuticas, disse a presidente a Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, este sábado.

“Feliz de anunciar que a Comissão Europeia acaba de aprovar um contrato que garante 900 milhões de doses (+900 milhões opcionais) com a BioNTech/Pfizer para 2021-2023”, disse no Twitter.

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, também afirmou este sábado que a União Europeia está pronta para debater uma proposta dos EUA para o levantamento das patentes das vacinas contra a covid-19 assim que uma proposta concreta aconteça.

“Estamos prontos para falar sobre este assunto assim que uma proposta concreta seja posta sobre a mesa”, disse Charles Michel, citado pela AFP. Os líderes dos estados-membros da UE estão reunidos para a cimeira social que decorre no Porto.

Diário de Notícias
08 Maio 2021 — 14:06

 

© ® inforgom.pt e apokalypsus.com são domínios registados por F. Gomes

[ratingwidget_toprated type=”posts” created_in=”all_time” direction=”ltr” max_items=”5″ min_votes=”1″ order=”DESC” order_by=”avgrate”]