9: 09.Jun.2016

Hoje esteve cá uma enfermeira da USF e não gostou das feridas da Tina, especialmente a úlcera que ela tem na anca e que está em muito mau estado.

Face a esta situação, enviei este e-mail à médica de família e aguardo pela resposta:

Data: qui 09/06/2016 14:51
Para: condestavel.sec@csscondestavel.min-saude.pt

A/c da Exma. Sra. Dra. Irene Martins

Boa tarde

Agradeço a entrega urgente deste e-mail à sra. Dra. Irene Martins, médica de família de Maria Albertina Martins Chadeca dos Santos Gomes.

Sra. Dra., hoje esteve cá em c asa a sra. Enfermeira (que não fixei o nome) para fazer a limpeza das feridas e colocar novos pensos nos vários locais que a D. Albertina tem espalhados pelo corpo.

O pior deles todos, penso eu, é uma enorme úlcera na anca, que a sra. Enfermeira pode melhor reportar dada a sua experiência e conhecimento. Nesta data, estou à espera na próxima terça-feira de um colchão anti-escaras com compressor de ar para poder oferecer à D. Albertina um mínimo de bem-estar e evitar a criação de novas mazelas mas penso que a situação já não se reduz apenas à demência, à D.P.O.C. mas ao débil e depauperado estado físico em que se encontra, não só pelas feridas que tem pelo corpo, como pela extrema magreza que apresenta e disso, as senhoras Enfermeiras que têm tratado dela, podem atestar.

A D. Albertina, apesar de possuir uma doença incurável, é um ser humano e como tal, precisa e deve ter todos os cuidados inerentes ao seu estado de saúde e não é no seu domicílio e no estado em que se encontra que ela irá conseguir não uma cura mas um alívio dos apêndices criados e motivados pela doença.

Como marido dela, dói-me constatar que a D. Albertina não está a ter o acompanhamento devido ao seu estado de saúde global, dado que se encontra paralisada dos membros inferiores, a mão direita quase que já nem mexe, os medicamentos têm de ser todos triturados, misturados com água e bebidos por uma palhinha e a comida, mesmo que leve, custa-lhe a mastigar e a engolir.

Por isso, apelo ao bom senso de quem de direito para esta situação, reservando-me no direito de responsabilizar por todos os danos causados na paciente, se não forem tomadas as medidas minimamente usadas neste tipo de situações dado que a D. Albertina não tem condições para ser tratada no domicílio no estado em que se encontra e necessitar diariamente de tratamento adequado ao seu estado de saúde.

Com os melhores cumprimentos,

F Gomes

Já encomendei o colchão pneumático com compressor e como se mete os feriados de amanhã e segunda-feira, apenas vai chegar na próxima terça-feira.

Uma cama articulada, eléctrica, com colchão visco-elástico e grades custa € 634,86 na empresa que vendeu o colchão pneumático. Vou ter de esperar pelo mês que vem aquando do recebimento do meu subsídio de férias e da Tina.

Cama articulada eléctrica + Colchão Visco-elástico + Grades
REF: ERGA2

C/ 4 rodas de 125 mm;
2 C/ travão; Pintura Epoxy;
Estrado dividido em 4 planos, sendo 3 articulados através de motor accionado p/ comando;
Suporte de Estrado em Tubo Rectangular de 45 x 25 mm; Cabeceiras em Termo-laminado;
Leito: Réguas de Madeira;
Preparada p/ receber Coluna de Suspensão (trapézio) / haste de Soro e Grades Laterais.
Peso: 68 Kg
Medidas: 1900 x 900 x 510mm

COLCHÃO VISCO-ELÁSTICO ERGOFOAM

– Total circulação de ar para uma melhor respirabilidade da pele
– Colchão constituído por uma base de espuma de 10 cm de espessura e de uma parte de cima em espuma visco elástica multi-densidade de 5 cm de espessura
– Previne as escaras

GRADES DE ENCARTAR

– Aplica-se na maior parte das camas hospitalares
– Estrutura em tubo de aço redondo
– Pintura Epoxy
– Fecho c/ sistema de mola
– Sistema rebatível

0-assinatura

[vasaioqrcode]

08.Out.2019

08.Out.2019

5 dias ago cuidador cuidador
Dia de visita à campa da nossa querida Tina. Mudança das flores por um raminho novo, escolhido pela…
Read More
5 dias ago08.Out.2019
30.Set.2019

30.Set.2019

2 semanas ago cuidador cuidador
Dia da habitual visita semanal. As flores da semana passada, metade foram fora, não choveu, estavam…
Read More
2 semanas ago30.Set.2019
23.Set.2019

23.Set.2019

3 semanas ago cuidador cuidador
Hoje foi dia de visita, as flores da semana passada ainda estavam boas dado que choveu durante quase…
Read More
3 semanas ago23.Set.2019
22.Set.2019

22.Set.2019

3 semanas ago cuidador cuidador
Deste-me a suprema felicidade de ter duas filhas lindas, a Vera e a Sandra. Faz hoje 46 anos que a n…
Read More
3 semanas ago22.Set.2019
18.Set.2019

18.Set.2019

4 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje trinta e oito meses que nos deixaste para sempre e a Saudade não sai dos nossos corações.…
Read More
4 semanas ago18.Set.2019

[powr-hit-counter id=1cd64c45_1488659352059]

8: 06.Jun.2016

Estiveram hoje cá em casa duas enfermeiras da USF para limpar as feridas da Tina e colocar novos pensos, vindo novamente na próxima quinta-feira.

No passado dia 1 de Junho, enviei o e-mail que abaixo transcrevo – e faço-o para que fica registado para memória futura -, à minha sobrinha Isabel, filha de uma das irmãs da Tina (Esmeralda) que no princípio da destruição psicológica e física da Tina, apareceu cá em casa informando que tinha um grupo muito unido e que ajudaria em tudo o que fosse necessário, até numa eventual mudança de residência.

De facto, essa irmã levou a Tina duas vezes ao hospital S. Francisco Xavier (reside a dois passos dele) e penso que duas vezes à USF (já foi há mais de dois anos) e quando a Tina necessitou de ir a uma junta médica da Segurança Social para atestar da sua incapacidade, ela novamente prontificou-se a levá-la, informando que a avisasse de véspera.

Não foi de véspera mas dois ou três dias antes e a desculpa foi que nesse dia tinha de ir levantar o diploma da universidade sénior e o marido não gostava de conduzir para os lados onde ficava a junta médica. A partir daí, acabaram-se os telefonemas para saber como a irmã estava (fazia-o quase diariamente) e até hoje nunca mais deu “ar” dela.

Mas como esse tal grupo muito unido de irmãos – que nunca visualizei – nunca surgiu, chegou a altura de apelar a todos eles, sobrinhos incluídos porque fazem parte da família da Tina, um pedido de ajuda.

O e-mail enviada a uma das filhas dessa irmã foi o seguinte e até hoje não obtive qualquer feedback:

Para: Isabel Guilherme
Data: 01/06/2016

Olá Isabel, bom dia.

Como não consigo encontrar o endereço de e-mail da tua mãe, agradeço que lhe entregues este e-mail. Obrigado.

Olá Esmeralda

Dado o estado de quase completa imobilidade da Tina, torna-se necessário alterar completamente o modo de tratamento dela para que os seus últimos dias de vida não sejam dolorosos ou de sofrimento.

Já que os médicos (de família e psiquiatria) não a querem internar porque segundo as suas opiniões, o lugar dela seria num Lar de Idosos (???!!!???) e não numa unidade psiquiátrica (isso é para doentes bipolares segundo as suas opiniões), pensamos que não nos faltarão forças, a mim e à Vera, para acompanhá-la no seu dia a dia, no conforto possível da sua casa e embora já não nos conheça nem possua qualquer percepção do que a rodeia seremos, como sempre fomos desde o início da doença, os seus cuidadores, os que sempre viveram e coabitaram com ela.

Mas a vida não tem sido fácil em todos os sentidos, por isso vimos por este meio apelar à família da Tina, nomeadamente aos seus irmãos, irmãs e sobrinhos – porque eu já não tenho família da parte materna e paterna -, uma subscrição onde cada um possa contribuir com o que puder, para a compra de uma cama e de um colchão a fim de a Tina poder estar acomodada com maior e melhor conforto que o que proporciona, no estado actual dela, uma cama normal mesmo com colchão de molas.

Sendo em Espanha mais baratos que em Portugal, na empresa onde comprei há dois anos a cadeira de rodas quando a Tina deu uma queda cá em casa, os nomes e modelos destes dois equipamentos são os que se seguem, com os respectivos preços:

– Cama articulada hospitalar com elevador – 200cm comprimento; Largura 90cm – € 755,99
(Cama articulada hospitalar com elevador. 200cm comprimento para geriatría Ref: 271-GERELEV200-90 )

– Colchão Anti-escaras EPSUS com Resguardo Promust PU H – € 244,99
(Colchão de módulos amovíveis EPSUS mono-bloco mono-sustentação. Classe 1. Para prevenção de riscos médio a alto. Bordas estabilizadoras. Dimensões: 198 x 88 x 17 cm. Inclui resguarde Promust PU HD.
Ref: 364-VE208MBHIPH )

ambos os preços com o IVA incluído, no tal de € 1.000,98.

Para quem pretender consultar esses equipamentos:

– Cama: http://www.quirumed.com/pt/cama-articulada-hospitalar-com-elevador-200cm-comprimento.html?sid=68354
– Colchão: http://www.quirumed.com/pt/catalog/product/view/id/54585/s/colch-o-anti-escaras-epsus/category/531/?sid=77574

A firma chama-se QUIRUMED e é em Espanha.

Eu entendo que a situação actual de todos nós não está para despesas, mas dentro das possibilidades de cada um, o que puder contribuir para esta compra, agradeço em meu nome, da Tina e da Vera, agradecendo a tua colaboração no contacto com a família para dar conhecimento deste meu pedido.

Junto imagens dos dois artigos que foram dos mais baratos que consegui encontrar.

Obrigado

F Gomes

Na passada sexta-feira e a conselho da enfermeira da USF, seria muito aconselhável a Tina ter um colchão especial anti-escaras já que as feridas que ela actualmente tem, poderão agravar-se. Fiz uma pesquisa no Google e deparei-me com este colchão:

 

da firma Ergométrica.pt e que custa € 75,00 já com compressor incluído.

Indicado para pessoas acamadas para prevenção de escaras.

Características Standard:

  • É colocado por cima do colchão existente
  • Colchão anti-escaras de ar alternado com compressor. As suas câmaras de ar que se enchem e esvaziam alternadamente activando a circulação e prevenindo a formação de escaras
  • O fluxo do ar é regulado mediante o peso da pessoa
  • De fácil limpeza e desinfecção.
  • Medidas:0.90x190cm – Peso máx. utili. 100kg

Estamos à espera que o Fisco reembolse a Vera do que ela descontou a mais e embora alguém do governo tivesse afirmado que as devoluções, em média, seriam de 25 dias, o facto é que a Vera entregou a declaração electrónica no dia 1 de Abril e passados mais de SESSENTA DIAS, ainda não recebeu e claro, nem vai ter direito a juros de mora… É este o Estado de Direito e pessoa de bem que temos…

0-assinatura

[vasaioqrcode]

08.Out.2019

08.Out.2019

5 dias ago cuidador cuidador
Dia de visita à campa da nossa querida Tina. Mudança das flores por um raminho novo, escolhido pela…
Read More
5 dias ago08.Out.2019
30.Set.2019

30.Set.2019

2 semanas ago cuidador cuidador
Dia da habitual visita semanal. As flores da semana passada, metade foram fora, não choveu, estavam…
Read More
2 semanas ago30.Set.2019
23.Set.2019

23.Set.2019

3 semanas ago cuidador cuidador
Hoje foi dia de visita, as flores da semana passada ainda estavam boas dado que choveu durante quase…
Read More
3 semanas ago23.Set.2019
22.Set.2019

22.Set.2019

3 semanas ago cuidador cuidador
Deste-me a suprema felicidade de ter duas filhas lindas, a Vera e a Sandra. Faz hoje 46 anos que a n…
Read More
3 semanas ago22.Set.2019
18.Set.2019

18.Set.2019

4 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje trinta e oito meses que nos deixaste para sempre e a Saudade não sai dos nossos corações.…
Read More
4 semanas ago18.Set.2019

[powr-hit-counter id=81476122_1488659487264]

 

7: 31.Mai.2016

Na passada segunda-feira, dia 23, esteve cá em casa uma enfermeira da USF a que pertencemos para tirar urina à Tina dado que ela já não pede para ir à casa de banho. Esta foi a única forma de conseguir urina directamente para análise pedida pela médica de família.

Ao mesmo tempo e porque a Tina tem várias escoriações dada a sua imobilidade, a enfermeira fez os devidos tratamentos e aplicou pensos informando que viria na segunda-feira seguinte, ou seja, ontem, dia 30.

Assim foi e ontem, outra enfermeira veio cá a casa para limpar as feridas e colocar novos pensos, informando que voltaria na próxima quinta-feira para fazer o mesmo trabalho.

Hoje, pelas 08:00 horas esteve cá uma técnica do Laboratório de Análises para tirar sangue à Tina a fim de seguir para análise, também a pedido da médica de família. Dia 3 saberemos os resultados.

Seguem-se imagens um pouco chocantes destes tratamentos.

A Tina deixou, por completo, de levar o comer à boca, tendo de ser eu ou a Vera a fazê-lo. Conforme informei anteriormente, deixou de andar, não tem qualquer tipo de acção nos membros inferiores tendo de ser levantada da cama a pulso e sentada na cadeira de rodas para a levar para a sala ou para a cozinha, já não pede para urinar, fazendo as necessidades no penso super-absorvente que compramos a uma empresa de Aveiro.

Também precisaria de uns Slips MoliPants para ajustar este tipo de penso mas devido ao seu preço, vamo-nos remediando com uma cueca fralda por cima do penso para o segurar já que os pensos não têm qualquer tipo de suporte apenas servindo para absorver urina e fezes.

As dificuldades cada vez são mais acentuadas e a partir de agora a saída para o exterior terá de ser feita de maca ou em cadeira de transporte própria o que implica quando necessitar de consultas de clínica geral (USF) ou psiquiatria (Hospital de Egas Moniz) ou os médicos vêm ao domicílio, ou faz-se a consulta por telefone.

A Vera esteve a semana passada de férias e continua até final desta semana e tem ajudado nas tarefas de transportar a mãe da cama para a cadeira e daqui para a sala ou para a cozinha a fim de tomar as refeições.

A fase de estar sempre a esfregar a fralda na boca está a desaparecer dado que os movimentos dos membros superiores também já não são o que eram, notando-se uma imobilidade progressiva.

0-assinatura

[vasaioqrcode]

08.Out.2019

08.Out.2019

5 dias ago cuidador cuidador
Dia de visita à campa da nossa querida Tina. Mudança das flores por um raminho novo, escolhido pela…
Read More
5 dias ago08.Out.2019
30.Set.2019

30.Set.2019

2 semanas ago cuidador cuidador
Dia da habitual visita semanal. As flores da semana passada, metade foram fora, não choveu, estavam…
Read More
2 semanas ago30.Set.2019
23.Set.2019

23.Set.2019

3 semanas ago cuidador cuidador
Hoje foi dia de visita, as flores da semana passada ainda estavam boas dado que choveu durante quase…
Read More
3 semanas ago23.Set.2019
22.Set.2019

22.Set.2019

3 semanas ago cuidador cuidador
Deste-me a suprema felicidade de ter duas filhas lindas, a Vera e a Sandra. Faz hoje 46 anos que a n…
Read More
3 semanas ago22.Set.2019
18.Set.2019

18.Set.2019

4 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje trinta e oito meses que nos deixaste para sempre e a Saudade não sai dos nossos corações.…
Read More
4 semanas ago18.Set.2019

[powr-hit-counter id=6e585436_1488659906186]

6: 24.Mai.2016

Hoje, veio cá a casa a enfermeira da USF Sto. Condestável para efectuar tratamentos/pensos às mazelas que a Tina vai apresentando pelo corpo e para tirar a urina para análise.

Vem novamente na próxima segunda-feira para renovar os pensos efectuados.

Esta vinda tem a ver com os e-mails enviados que a seguir transcrevo:

Data: dom 22/05/2016 16:18
Para: condestavel.sec@csscondestavel.min-saude.pt

Boa tarde

Em complemento ao meu e-mail infra, agradeço transmitem à Dra. Irene Martins que a D. Albertina Gomes necessita com a MÁXIMA URGÊNCIA de ser vista por um enfermeiro dado que verificámos feridas nos braços , ao nível do cotovelo e na anca, que não sabemos se é de ela coçar ou de outra origem.

Foram feitos pensos com Bétadine e ligadas com gaze e adesivo mas cá em casa não existem enfermeiros diplomados para um tratamento adequado.

Repito, por favor, dada a IMOBILIDADE da paciente devido à sua doença, como é do conhecimento da Dra. Irene Martins e da sra. Enfermeira que a acompanhou numa visita a semana passada a minha casa, ela não pode deslocar-se ao Centro de Saúde.

Obrigado,

================================================

Data: sáb 21/05/2016 15:03
Para: condestavel.sec@csscondestavel.min-saude.pt

Boa tarde

Agradeço informem a Dra. Irene Martins, médica de Família de Maria Albertina Martins C Santos Gomes, utente 388151184, que para a paciente efectuar analise à urina, é necessário que seja algaliada pelos motivos que são do seu conhecimento, caso contrário, o Laboratório não conseguirá efectuar a colheita da urina.

Obrigado,

A dra. Irene Martins, por ter-lhe falecido um familiar, estará ausente toda esta semana, regressando na próxima segunda-feira, segundo informação da USF.

0-assinatura

[vasaioqrcode]

08.Out.2019

08.Out.2019

5 dias ago cuidador cuidador
Dia de visita à campa da nossa querida Tina. Mudança das flores por um raminho novo, escolhido pela…
Read More
5 dias ago08.Out.2019
30.Set.2019

30.Set.2019

2 semanas ago cuidador cuidador
Dia da habitual visita semanal. As flores da semana passada, metade foram fora, não choveu, estavam…
Read More
2 semanas ago30.Set.2019
23.Set.2019

23.Set.2019

3 semanas ago cuidador cuidador
Hoje foi dia de visita, as flores da semana passada ainda estavam boas dado que choveu durante quase…
Read More
3 semanas ago23.Set.2019
22.Set.2019

22.Set.2019

3 semanas ago cuidador cuidador
Deste-me a suprema felicidade de ter duas filhas lindas, a Vera e a Sandra. Faz hoje 46 anos que a n…
Read More
3 semanas ago22.Set.2019
18.Set.2019

18.Set.2019

4 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje trinta e oito meses que nos deixaste para sempre e a Saudade não sai dos nossos corações.…
Read More
4 semanas ago18.Set.2019

[powr-hit-counter id=862ea5db_1488659935780]

5: 22.Mai.2016

A Tina já há uma semana que deixou de levar a comida à boca. Come muito lentamente e a comida arrefece depressa, tendo de ser reaquecida ligeiramente no micro-ondas.

0-assinatura

[vasaioqrcode]

08.Out.2019

08.Out.2019

5 dias ago cuidador cuidador
Dia de visita à campa da nossa querida Tina. Mudança das flores por um raminho novo, escolhido pela…
Read More
5 dias ago08.Out.2019
30.Set.2019

30.Set.2019

2 semanas ago cuidador cuidador
Dia da habitual visita semanal. As flores da semana passada, metade foram fora, não choveu, estavam…
Read More
2 semanas ago30.Set.2019
23.Set.2019

23.Set.2019

3 semanas ago cuidador cuidador
Hoje foi dia de visita, as flores da semana passada ainda estavam boas dado que choveu durante quase…
Read More
3 semanas ago23.Set.2019
22.Set.2019

22.Set.2019

3 semanas ago cuidador cuidador
Deste-me a suprema felicidade de ter duas filhas lindas, a Vera e a Sandra. Faz hoje 46 anos que a n…
Read More
3 semanas ago22.Set.2019
18.Set.2019

18.Set.2019

4 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje trinta e oito meses que nos deixaste para sempre e a Saudade não sai dos nossos corações.…
Read More
4 semanas ago18.Set.2019

[powr-hit-counter id=de33d02c_1488659966616]

4: 21.Mai.2016

Ontem, fui contactado pela dra. Marisa Mendes, assistente social da Associação Alzheimer, que me informou que os custos da higiene diária de segunda a sexta-feira, custariam 300 euros.

Esta higiene consta de tirar a fralda, limpeza da zona, colocação de nova fralda e levá-la para a sala, além dos banhos que entendesse precisar.

Considero uma exorbitância esta verba em ordem ao meu rendimento e a mesma encontra-se fora do meu orçamento familiar. Contudo, não posso deixar passar a minha indignação pelo facto de os cálculos para chegarem a esta verba, não contemplarem as despesas com água, luz, gás, renda da casa, alimentação, farmácia, transportes, impostos (IRS) e outras, pois nada disto é de borla e contam para a coluna do DEVE se levarmos a coisa para termos contabilísticos.

É que o orçamento familiar é um género de pequena empresa onde existem, na mesma, duas colunas: DEVE e HAVER. Na coluna HAVER, incluem-se os recebimentos/receitas, neste caso as pensões de reforma; na coluna DEVE, incluem-se TODAS as despesas (e não apenas algumas) que a família tem.

E, contabilisticamente, se a coluna do DEVE é superior à coluna do HAVER, algo está errado porque ninguém pode pagar o que não possui. Se a coluna do HAVER é superior à coluna do DEVE, existe saldo positivo e, de acordo com o volume desse saldo, pode ou não existir espaço de manobra para o aplicar.

Mas infelizmente e contra o artº. 64º. da Constituição da República Portuguesa, contra todos os princípios de humanismo, quem tem dinheiro pode pagar a sua saúde e quem não tem, vai morrendo lenta e inexoravelmente por falta dos cuidados para manter, nos níveis considerados dignos, a sua saúde ou os tratamentos e assistência que necessita.

Nesta conformidade, vou ter de continuar a tratar da Tina, porque não posso aceitar o preço destes serviços que se chamam pomposamente de Cuidados Continuados Domiciliários, até chegar a um ponto em que também vou necessitar que alguém cuide de mim. E aí, vai ser o fim da picada…

Em ordem à Tina, hoje verifiquei que a mão direita quase que não mexe e, quando está sentada, não tem força para a levantar. O vídeo mostra a situação.

0-assinatura

[vasaioqrcode]

08.Out.2019

08.Out.2019

5 dias ago cuidador cuidador
Dia de visita à campa da nossa querida Tina. Mudança das flores por um raminho novo, escolhido pela…
Read More
5 dias ago08.Out.2019
30.Set.2019

30.Set.2019

2 semanas ago cuidador cuidador
Dia da habitual visita semanal. As flores da semana passada, metade foram fora, não choveu, estavam…
Read More
2 semanas ago30.Set.2019
23.Set.2019

23.Set.2019

3 semanas ago cuidador cuidador
Hoje foi dia de visita, as flores da semana passada ainda estavam boas dado que choveu durante quase…
Read More
3 semanas ago23.Set.2019
22.Set.2019

22.Set.2019

3 semanas ago cuidador cuidador
Deste-me a suprema felicidade de ter duas filhas lindas, a Vera e a Sandra. Faz hoje 46 anos que a n…
Read More
3 semanas ago22.Set.2019
18.Set.2019

18.Set.2019

4 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje trinta e oito meses que nos deixaste para sempre e a Saudade não sai dos nossos corações.…
Read More
4 semanas ago18.Set.2019

[powr-hit-counter id=85b06bd4_1488660000410]

3: 14.Mai.2016

Desde a semana passada que a Tina começou a deixar de andar. Arrasta-se ou não mexe mesmo as pernas. O que implica um esforço tremendo da minha parte e da Vera para a levar à casa de banho ou à cozinha para tomar as refeições.

Temos de utilizar a cadeira de rodas para estes percursos mas o maior problema é o acordar de manhã dado que não tendo acção nos membros inferiores, tem de ser levada em peso até à cadeira e o mesmo acontece ao deitar.

A nova posição da Tina é toda deitada para a frente, quer quando se senta, quer quando a tentamos levantar, tornando-se um peso morto e de difícil manobra.

Na quarta-feira passada contactei a assistente social da USF Santo Condestável, a mesma que veio cá a casa com a médica de família e uma enfermeira, solicitando informação sobre os cuidados domiciliários e seus custos, porque infelizmente hoje tudo se paga a peso de ouro.

Disse-me que iria contactar a Associação Alzheimer que possui este tipo de serviços ao domicílio mas até hoje ainda não obtive qualquer resposta.

A Tina também já chegou à fase de urinar de noite, pelo que tivemos de começar a utilizar outros tipos de fraldas e pensos super-absorventes porque a urina era de tal modo, que passava a cueca-fralda e a protecção que colocávamos sobre a cueca, passando ao pijama e aos resguardos da cama.

Hoje, tirei umas imagens de como a Tina se posiciona na cadeira.

0-assinatura

[vasaioqrcode]

08.Out.2019

08.Out.2019

5 dias ago cuidador cuidador
Dia de visita à campa da nossa querida Tina. Mudança das flores por um raminho novo, escolhido pela…
Read More
5 dias ago08.Out.2019
30.Set.2019

30.Set.2019

2 semanas ago cuidador cuidador
Dia da habitual visita semanal. As flores da semana passada, metade foram fora, não choveu, estavam…
Read More
2 semanas ago30.Set.2019
23.Set.2019

23.Set.2019

3 semanas ago cuidador cuidador
Hoje foi dia de visita, as flores da semana passada ainda estavam boas dado que choveu durante quase…
Read More
3 semanas ago23.Set.2019
22.Set.2019

22.Set.2019

3 semanas ago cuidador cuidador
Deste-me a suprema felicidade de ter duas filhas lindas, a Vera e a Sandra. Faz hoje 46 anos que a n…
Read More
3 semanas ago22.Set.2019
18.Set.2019

18.Set.2019

4 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje trinta e oito meses que nos deixaste para sempre e a Saudade não sai dos nossos corações.…
Read More
4 semanas ago18.Set.2019

[powr-hit-counter id=dc60025c_1488660128624]

2: 07.Mai.2016

A Tina já suja a fralda todos os dias durante a noite. Enquanto esta situação se verificava de tempos a tempos, desde há uma semana que acontece diariamente.

Mas as dificuldades não são apenas estas, A Tina quase que não se mexe e para levantá-la da cama e levá-la à casa de banho, tenho de levá-la em peso porque ela arrasta-se, não mexendo as pernas o que já vai sendo bastante difícil não só para a minha idade, como pela hérnia abdominal que tenho.

Não tenho um ÚNICO DIA de descanso, estou alerta 24 horas por dia, sete dias por semana, trezentos e sessenta e cinco dias por ano! E ainda há quem reclame de férias e regalias!

Na segunda-feira, a meu pedido, vêm cá a casa a médica de família, a assistente social e uma enfermeira para fazerem uma avaliação à Tina, dado que já não tenho forças nem condições para continuar a cuidar da Tina. Afinal para que servem a merda dos hospitais? Essa treta da rede de cuidados continuados não passa de um negócio, aliás, como é tudo nesta sociedade podre, desumana, assassina. Pagar para cuidados de saúde primários?

Não fazendo apologia ao regime fascista de Salazar, o ditador tinha mais consideração pelas pessoas que esta corja de bandalhos de políticos, todos eles, sem excepção, da extrema-esquerda à extrema-direita. Em cada Posto da Caixa, como antigamente se chamavam ao que hoje designam por USF’s, existiam especialidades que hoje apenas as encontramos nos hospitais e a troco de taxas “moderadoras”. No meu Posto tinha dentista, cardiologia, psiquiatria, clínica geral, enfermagem e até aparelhos para RaiosX se fosse necessário tirar um tórax.

Por hoje é tudo. Encontro-me cansado, desiludido, psicologicamente abatido.

0-assinatura

[vasaioqrcode]

08.Out.2019

08.Out.2019

5 dias ago cuidador cuidador
Dia de visita à campa da nossa querida Tina. Mudança das flores por um raminho novo, escolhido pela…
Read More
5 dias ago08.Out.2019
30.Set.2019

30.Set.2019

2 semanas ago cuidador cuidador
Dia da habitual visita semanal. As flores da semana passada, metade foram fora, não choveu, estavam…
Read More
2 semanas ago30.Set.2019
23.Set.2019

23.Set.2019

3 semanas ago cuidador cuidador
Hoje foi dia de visita, as flores da semana passada ainda estavam boas dado que choveu durante quase…
Read More
3 semanas ago23.Set.2019
22.Set.2019

22.Set.2019

3 semanas ago cuidador cuidador
Deste-me a suprema felicidade de ter duas filhas lindas, a Vera e a Sandra. Faz hoje 46 anos que a n…
Read More
3 semanas ago22.Set.2019
18.Set.2019

18.Set.2019

4 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje trinta e oito meses que nos deixaste para sempre e a Saudade não sai dos nossos corações.…
Read More
4 semanas ago18.Set.2019

[powr-hit-counter id=1615d18d_1488660157353]

1: 04.Mai.2016

Mais um vídeo, repetitivo é certo, mas é o que acontece TODOS os dias. A Tina tinha 8 fraldas de bebé para estar nesta aflição de manhã à noite!

0-assinatura

[vasaioqrcode]

08.Out.2019

08.Out.2019

5 dias ago cuidador cuidador
Dia de visita à campa da nossa querida Tina. Mudança das flores por um raminho novo, escolhido pela…
Read More
5 dias ago08.Out.2019
30.Set.2019

30.Set.2019

2 semanas ago cuidador cuidador
Dia da habitual visita semanal. As flores da semana passada, metade foram fora, não choveu, estavam…
Read More
2 semanas ago30.Set.2019
23.Set.2019

23.Set.2019

3 semanas ago cuidador cuidador
Hoje foi dia de visita, as flores da semana passada ainda estavam boas dado que choveu durante quase…
Read More
3 semanas ago23.Set.2019
22.Set.2019

22.Set.2019

3 semanas ago cuidador cuidador
Deste-me a suprema felicidade de ter duas filhas lindas, a Vera e a Sandra. Faz hoje 46 anos que a n…
Read More
3 semanas ago22.Set.2019
18.Set.2019

18.Set.2019

4 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje trinta e oito meses que nos deixaste para sempre e a Saudade não sai dos nossos corações.…
Read More
4 semanas ago18.Set.2019

[powr-hit-counter id=9c47b57f_1488660186214]

0: 01.Mai.2016

Hoje são os 3D’s: Dia de Aniversário da Tina (81 anos); Dia do Trabalhador e Dia da Mãe.

Embora estes dias já nada signifiquem para nós, por múltiplas razões.

Neste Dia, que reunia à mesa a nossa Família, as duas filhas, as duas netas, o genro e nós, para celebrarmos mais um dia de vida, deixou, por isso, de possuir qualquer significado familiar e afectivo.

A Vera trouxe um bolinho do Dia da Mãe que será para logo colocarmos as velas e a Tina poder soprar os seus 81 anos de vida, mal sabíamos nós que seria o seu último Aniversário com vida!

Se tudo correr bem, colocarei aqui um pequeno vídeo desse momento.

0-assinatura

[vasaioqrcode]

08.Out.2019

08.Out.2019

5 dias ago cuidador cuidador
Dia de visita à campa da nossa querida Tina. Mudança das flores por um raminho novo, escolhido pela…
Read More
5 dias ago08.Out.2019
30.Set.2019

30.Set.2019

2 semanas ago cuidador cuidador
Dia da habitual visita semanal. As flores da semana passada, metade foram fora, não choveu, estavam…
Read More
2 semanas ago30.Set.2019
23.Set.2019

23.Set.2019

3 semanas ago cuidador cuidador
Hoje foi dia de visita, as flores da semana passada ainda estavam boas dado que choveu durante quase…
Read More
3 semanas ago23.Set.2019
22.Set.2019

22.Set.2019

3 semanas ago cuidador cuidador
Deste-me a suprema felicidade de ter duas filhas lindas, a Vera e a Sandra. Faz hoje 46 anos que a n…
Read More
3 semanas ago22.Set.2019
18.Set.2019

18.Set.2019

4 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje trinta e oito meses que nos deixaste para sempre e a Saudade não sai dos nossos corações.…
Read More
4 semanas ago18.Set.2019

[powr-hit-counter id=41f721ae_1488660227279]