363: 01.Nov.2019

Convencionou-se que hoje seria Dia de Todos os Santos, e estipulou-se, na sociedade de consumo em que vivemos, que era o dia de visitar, nos cemitérios, os entes queridos que já partiram na sua última viagem.

Como ateu convicto, e cada vez mais, não necessito deste dia “especial” para ir visitar a campa da minha querida esposa porque faço-o regularmente todas as semanas, quando posso e quando o tempo o permite.

Além disso, também não estou na disposição de alimentar chulices que é o preço das flores aumentarem para o dobro – senão mais -, neste dia, nomeadamente nas barracas das floristas à porta do cemitério e porventura em todo o lado onde se comercialize este produto.

Para alimentar chulices, já basta o que tenho obrigatoriamente de pagar em impostos exorbitantes, nada adequados ao meu rendimento mensal, por isso apelido de chulice, além de ladroagem institucionalizada.

Segunda-feira, se não chover, iremos visitar a nossa querida e levar-lhe o habitual raminho de flores que deixou de estar inflacionado e voltou a preços que, embora normais, continuam a ser uma exorbitância.

 

361: 21.Out.2019

Dia da visita semanal à campa da nossa querida. Como tem estado de chuva, as flores da semana passada estavam todas óptimas, não precisando mudá-las mas levámos um novo raminho de flores brancas e retirou-se as de há 15 dias atrás. A Vera é que trata dessa tarefa.

 

322: 15.Mar.2019

Dia de visita à nossa querida Tina, hoje com um raminho de flores super-lindo.

[vasaioqrcode]

 

318: 07.Mar.2019

Ainda não conseguimos fazer-te uma visita devido ao mau tempo, mas não nos esquecemos… A Vera comprou um raminho de flores brancas, apenas estamos à espera que a chuva pare.

[vasaioqrcode]

 

314: 12.Fev.2019

Hoje, a visita foi apenas da Vera dado que estou adoentado e sem disposição para ir para a rua. Mas a Vera levou um raminho de flores para juntar às da semana passada que, pelas imagens, ainda estavam viçosas e foi a operadora de imagem.

[vasaioqrcode]

 

296: 26.Out.2018

A Vera já comprou as flores que levaremos à campa da Tina na próxima visita, penso que amanhã, sábado, se o tempo estiver bom. São lindas e fica aqui a pré-visão delas:

[vasaioqrcode]

 

290: 22.Set.2018

Dia de visita e hoje é (foi) um dia especial para ti e para mim, minha querida. Faz hoje 45 anos que a nossa filha mais nova nasceu e também foi nesta data que ela se casou.

Apesar do calor, as flores da semana passada mantiveram-se fortes e juntámos mais um raminho que a Vera comprou ontem.

Aqui ficam as imagens e até para a semana, querida.

 

286: 08.Set.2018

Hoje, mesmo com uma chuvinha chata, fomos à visita semanal à campa da nossa querida. As flores que a Vera tinha colocado a semana passada (eu não fui porque não me sentia em condições), estavam bem murchas e caso curioso, ROUBARAM uma flores que tínhamos no copo da campa! Será possível que até num cemitério existe escumalha que nem as campas e os mortos respeitam? A que estado chegámos! Mas aqui ficam as imagens da visita de hoje. Dor profunda, Saudade Eterna minha querida.

As duas imagens acima foram tiradas ontem, quando a Vera as trouxe e depois de borrifadas com água. As imagens a seguir, são da nossa visita de hoje:

[vasaioqrcode]

285: 01.Set.2018

Hoje, não fiz a visita semanal à campa da Tina por não me sentir em condições para isso, mas a Vera não faltou e foi sozinha. Ontem, tinha tirado umas fotos ao raminho que a Vera comprou:

Depois da habitual tarefa de retirar as flores secas, mudar a água do copo, colocar o raminho que hoje levou, as imagens são da Vera:

[vasaioqrcode]

[powr-hit-counter id=06ffa764_1535806386387]

283: 25.Ago.2018

 

Em antecipação, fica aqui a imagem do raminho de flores lindas que a Vera hoje comprou para amanhã, sábado, levarmos à visita da nossa querida Tina.

24/08/2018

E aqui estamos, depois da visita à tua campa, mudar a água, ou antes, encher o copo de água pois já estava seco, tirar as flores secas, colocar as novas, arranjar o ramo e missão semanal terminada. Mas continuas nos nossos corações e nos nossos pensamentos. Para sempre, querida!

[vasaioqrcode]