368: 23.Dez.2019

Mais uma data que passa e a lembrança em que a festejávamos todos à mesma mesa. Hoje, como nos anteriores três anos, não existiu nem existe alegria para festejar seja o que for porque não estás entre nós. Tenho estado adoentado, o tempo está de chuva e hoje foi a Vera que te levou um raminho de flores com um beijinho meu. Um beijo muito grande deste que nunca te esquece.