18: 24.Jun.2016

Hoje, é mais um desabafo que outra coisa porque esperança em algo positivo é coisa que já nem me passa pela cabeça. Estando a ler uma notícia num online, fui dar à arslvt (administração regional de saúde de Lisboa e vale do Tejo) onde pude ler, entre outras coisas maravilhosas em termos de cuidados de saúde para “todos”, as seguintes preciosidades:

O que são os Cuidados Continuados Integrados (CCI)?

Este nível intermédio de cuidados tem como desígnio a recuperação do doente em situação de dependência. O objetivo é ajudar a pessoa a recuperar ou manter a sua autonomia e maximizar a sua qualidade de vida.

Quem tem acesso aos Cuidados Continuados Integrados?

Todos os cidadãos nacionais que deles necessitem, tal como os cidadãos estrangeiros com situação regularizada no país.

Que tem direito aos Cuidados Continuados Integrados?

Tem direito aos cuidados continuados integrados as pessoas nas seguintes situações:

Dependência funcional temporária
Dependência funcional prolongada
Idosos com critérios de fragilidade (dependência e doença)
Incapacidade grave, com forte impacto psicológico ou social
Doença severa, em fase avançada ou terminal
Descanso do cuidador

Que tipo de respostas disponibiliza a RNCCI?

O modelo da RNCCI define tipologias de internamento e de ambulatório de acordo com a situação clínica e social do doente.

As tipologias de internamento são:

– Unidade de convalescença – até 30 dias
– Unidade de média duração e reabilitação – até 90 dias
– Unidade de longa duração e manutenção – até 6 meses, com reavaliação da situação
– Unidade cuidados paliativos – de acordo com a situação clínica

A nível domiciliário, os serviços são assegurados por equipas multidisciplinares sediadas nos Centros de Saúde:

– Equipas domiciliárias de cuidados continuados integrados de saúde e de apoio social.
– Equipas comunitárias de suporte em cuidados paliativos

Tudo muito precioso, blá, blá, blá, só não mencionam que esses serviços ou “cuidados continuados” SÃO PAGOS com uma fórmula completamente DESAJUSTADA da realidade de quem deles precisa, ou seja, o cálculo dos custos para esses “cuidados”, não contemplam despesas básicas de uma família como sejam: renda da casa, água, electricidade, gás, farmácia, alimentação, pagamento de impostos (IRS), etc. e recaem sobre os rendimentos, neste caso, das pensões de reforma! Será que os cavalheiros pensam que todas essas despesas primárias são oferecidas? Eles sabem, mas fingem que não…

Eu tive de desistir de “cuidados” diários (de segunda a sexta-feira, excluindo fins-de-semana e feriados) da Associação Alzheimer, no valor de € 300,00, para higiene pessoal, porque o orçamento não dá para esse luxo!

Hoje, foi mais um dia de tratamento para a Tina:

A Tina encontra-se reduzida a um farrapo do que era no passado não muito distante…

0-assinatura

[vasaioqrcode]

18.Fev.2020

18.Fev.2020

1 semana ago cuidador cuidador
Faz hoje quarenta e três meses que nos deixaste para sempre e a Saudade não sai dos nossos coraç…
Read More
1 semana ago18.Fev.2020
14.Fev.2020

14.Fev.2020

2 semanas ago cuidador cuidador
DIA DOS NAMORADOS Sabes que nunca liguei a este tipo de datas consumistas, mas acabava sempre por t…
Read More
2 semanas ago14.Fev.2020
03.Fev.2020

03.Fev.2020

3 semanas ago cuidador cuidador
Hoje, com enorme dificuldade da minha parte porque tive de ir e vir a pé desde a nossa casa até Alcâ…
Read More
3 semanas ago03.Fev.2020
21.Jan.2020

21.Jan.2020

1 mês ago cuidador cuidador
Hoje foi a Vera sozinha fazer-te a visita e levar um raminho de flores. Outro buraco na estrada, fez…
Read More
1 mês ago21.Jan.2020
18.Jan.2020

18.Jan.2020

1 mês ago cuidador cuidador
Faz hoje quarenta e dois meses que nos deixaste para sempre e a Saudade não sai dos nossos coraçõe…
Read More
1 mês ago18.Jan.2020

[powr-hit-counter id=6678ea62_1488657726560]

Deixe uma resposta