4173: Tubarão considerado “perdido” pela Ciência foi redescoberto 120 anos depois

CIÊNCIA/BIOLOGIA

(CC0/PD) PIRO4D / Pixabay

Uma equipa de cientistas acaba de redescobrir uma espécie de tubarão dada como perdida pela Ciência há 120 anos.

O projecto documental do norte-americano Forrest Galante, especializado na observação de animais à beira de extinção, captou imagens de um Toothless Tollo (Scylliogaleus quecketti), um tubarão da família Triakidae considerado perdido há 120 anos.

A descoberta é avançada pela revista norte-americana Newsweek, que detalha que a espécie, descrita pela primeira vez em 1902, tem entre 80 a 100 centímetros de comprimento e não é perigosa para o Homem.

Vive nas costas subtropicais da África do Sul, na parte ocidental do Oceano Índico.

Em declarações à mesma revista, Galante explicou que, durante mais de um século, os cientistas não conseguiram estudar a espécie e, por isso, não sabiam se estaria extinta.

Depois de conversar com pescadores locais que alegaram ter apanhado um espécime nas suas redes, o biólogo e a sua equipa conseguiram delimitar áreas para possíveis avistamentos, tendo depois conseguido capturar um espécime.

Fiquei chocado, absolutamente chocado“, disse Galante. “Literalmente, estava a segurar fisicamente nas minhas mãos este animal perdido, este animal que a Ciência não via há 120 anos. Fico arrepiado só de pensar nisso”.

A equipa mediu o animal, conectou-lhe um dispositivo de monitorização para rastrear os seus movimentos e devolveu-o aos oceanos.

Segundo o biólogo, o animal ainda está vivo e perfeitamente saudável.

Um documentário sobre o assunto sob o título Extinct or Alive: Land of the Lost Sharks vai estrear a 11 de Agosto nos Estados Unidos no Discovery Channel.

ZAP //

Por ZAP
16 Agosto, 2020