2927: Cientista desvendou um dos mistérios da Tapeçaria de Bayeux

CIÊNCIA

batigolix / Flickr
A Tapeçaria de Bayeux, que conta a história da da conquista normanda da Inglaterra em 1066

Uma tapeçaria medieval que conta a história da conquista normanda da Inglaterra, com mais de 70 metros de fio de lã e linho, revelou um dos seus segredos.

Embora as origens deste trabalho têxtil, chamado Tapeçaria de Bayeux, continuem a ser obscuras, os investigadores pensam ter descoberto o seu principal propósito: ser exibido na nave da Catedral de Bayeux na Normandia, em França, escreve o Live Science.

Segundo o estudo, publicado revista científica Journal of the British Archaeological Association, as dimensões desta tapeçaria, com mais de 70 metros, mostram que se encaixaria perfeitamente na nave da catedral francesa.

O primeiro registo escrito desta tapeçaria encontra-se num inventário de 1476, logo, a ideia de que havia sido encomendada para ser lá exposta sempre foi a explicação mais simples, considera o autor do estudo, Christopher Norton, historiador de arte da Universidade de York, em Inglaterra.

“Essa proposição geral pode agora ser corroborada pela evidência específica de que a estrutura física e narrativa da tapeçaria está perfeitamente adaptada para se adequar à nave (litúrgica) da catedral”, afirmou o investigador num comunicado.

Tecnicamente, a Tapeçaria de Bayeux não é uma tapeçaria, uma vez que o seu desenho foi bordado sobre o linho e não no tecido. De acordo com o Museu Bayeux, a tapeçaria foi provavelmente encomendada pelo Bispo Odo, meio-irmão de Guilherme I, o Conquistador, líder normando que conquistou Inglaterra e ganhou a coroa em 1066.

As proezas de Guilherme I estão representadas na tapeçaria, que conclui com o momento decisivo deste conflito: a Batalha de Hastings. Ninguém sabe exactamente quem fez o bordado, mas os investigadores concluem que provavelmente foi feito em Inglaterra e por mulheres, uma vez que esta era uma ocupação maioritariamente feminina naquela época.

Norton usou medidas da actual Catedral de Bayeux, combinadas com registos históricos de como seria a nave quando foi construída, há mais de mil anos, e comparou as dimensões com o tamanho da tapeçaria, tendo em consideração o possível encolhimento do material e as secções ausentes. O historiador descobriu que a tapeçaria se encaixaria nas paredes norte, oeste e sul da nave.

Recorde-se que o Presidente francês, Emmanuel Macron, prometeu emprestar a Tapeçaria de Bayeux ao Reino Unido, em 2022 ou 2023, se a tapeçaria estiver em boas condições para viajar.

ZAP //

Por ZAP
29 Outubro, 2019