4939: Investigadores obtêm o modelo mais completo de uma super-nova do Tipo Ia

CIÊNCIA/ASTRONOMIA

Impressão de artista de uma super-nova.
Crédito: Pixabay

As super-novas do Tipo Ia, como indicadores de distância cosmológica, levaram à descoberta da expansão acelerada do Universo. No entanto, a natureza das suas progenitoras e dos mecanismos de explosão permanecem mistérios não resolvidos.

Uma equipa internacional liderada pelo Dr. Lingzhi Wang do CAS-SACA (Chinese Academy of Sciences South America Center for Astronomy)/CCJCA (China-Chile Joint Center for Astronomy) investigou uma super-nova próxima do Tipo Ia, SN 2017cbv, e obteve o modelo mais completo da curva de luz e do espectro de uma única super-nova.

O seu estudo foi publicado dia 18 de Novembro na revista The Astrophysical Journal.

“O conjunto de dados é único. É uma das super-novas com a cobertura temporal mais completa das bandas no visível e no infravermelho próximo, o que torna o alvo um padrão ideal para investigações comparativas desta classe de objectos,” disse o Dr. Lingzhi Wang.

O professor Nicholas B. Suntzeff, co-autor do estudo e pioneiro no campo da investigação de super-novas, comentou: “Estas curvas de luz deste estudo serão mostradas continuamente em palestras por todo o mundo, como o melhor exemplo do comportamento fotométrico das super-novas do Tipo Ia.”

“As estimativas confiáveis da extinção e do ‘avermelhamento’ provocados pela poeira nas galáxias hospedeiras das super-novas do Tipo Ia é a questão mais importante na aplicação cosmológica das super-novas do Tipo Ia, que lançou as bases para estudos da energia escura do Universo,” disse o professor Lifan Wang, co-autor deste estudo.

“Com este conjunto exclusivo de dados, somos capazes de definir restrições na massa do níquel sintetizado durante a explosão, de construir o modelo da explosão que melhor se ajusta aos dados, bem como de derivar um limite superior de 0,1 massas solares para a massa do hidrogénio,” disse o Dr. Lingzhi Wang.

Astronomia On-line
12 de Janeiro de 2021