5073: Novo mapa revela a extensão da antiga cidade de Pérgamo, “a segunda Atenas”

CIÊNCIA/ARQUEOLOGIA/CARTOGRAFIA

German Archaeological Institute

Uma equipa de investigadores criou um mapa digital detalhado da antiga cidade de Pérgamo, que tinha como objectivo tornar-se “uma segunda Atenas”.

Pérgamo, hoje conhecida por Bergama, foi uma antiga cidade rica e poderosa na Eólia, uma região histórica da Grécia Antiga. Está localizada naquilo que é hoje território turco, a 26 quilómetros da costa do mar Egeu.

Um novo mapa digital publicado no site iDAI.geoserver, tem como objectivo mostrar o culminar de uma investigação realizada nos últimos 30 anos. A cartografia revela a verdadeira extensão dos monumentos da cidade.

Durante o período helenístico, tornou-se a capital do Reino de Pérgamo sob a dinastia Atálida, que a transformou num dos principais centros culturais do mundo grego. Foi lar de várias figuras notáveis como Epígono (escultor), Bitão (escritor e engenheiro), Hegésino (filósofo), Apolodoro (mestre do imperador romano Augusto) e Antipas (mártir e santo cristão).

De acordo com o HeritageDaily, Pérgamo atingiu o seu auge em 188 a.C., cobrindo uma área de 89 hectares. O objectivo era criar uma segunda Atenas, com uma acrópole, a Biblioteca de Pérgamo, vários templos e um grande teatro que podia acomodar até 10 mil espectadores.

Após a morte de Átalo III, o último rei da dinastia Atálida, a cidade foi presenteada a Roma, levando às denominadas Guerras Mitridáticas. Este foi um conflito de três guerras contra a expansão da hegemonia da República Romana sobre o mundo grego.

Para Pérgamo, estas guerras resultaram na perda do seu estatuto de cidade livre, com os habitantes a serem forçados a fazer tributos e fornecer tropas ao exército romano. Ainda assim, um ambicioso programa de obras públicas levado a cabo pelos romanos fez com que a cidade continuasse a prosperar.

Durante a crise do século III, um período em que o Império Romano quase entrou em colapso, a cidade entrou em declínio e foi gravemente danificada por um terremoto em 262 d.C.

Por Daniel Costa
6 Fevereiro, 2021