607: Nave espacial japonesa prepara-se para lançar voos comerciais em 2023

(od) PD Aerospace // Jaymantri / pexels

Uma startup japonesa anunciou que está a trabalhar num novo tipo de aeronave espacial, que combina o sistema de propulsão de um avião a jacto com o de um foguete, e que será testado no próximo ano. O objectivo é iniciar voos comerciais em 2023.

A PD Aerospace, empresa emergente de Nagoya, no centro de Japão, obteve um financiamento de 520 milhões de ienes (cerca de 4 milhões de euros) de cinco companhias, entre as quais a All Nippon Airways ANA, uma das maiores companhias aéreas japonesas, para o projecto, confirmou nesta sexta-feira à EFE um porta-voz da startup.

A companhia está a trabalhar numa aeronave espacial equipada com um motor que pode alternar entre o modo de avião a jacto e foguete para criar a primeira aeronave de passageiros japonesa capaz de alcançar o espaço exterior, a 100 quilómetros de altitude, e reentrar na atmosfera.

Em julho do ano passado, a startup testou com sucesso o seu sistema de propulsão alternado, e afirma que este é o primeiro do mundo com tais características. Agora, procura aperfeiçoar o seu projecto. A empresa planeia realizar três testes com aeronaves não tripuladas em 2019 e lançar o seu primeiro voo comercial no final de 2023.

O projecto da PD Aerospace alterna entre modos jacto e foguete para obter uma solução low cost

“A comercialização do espaço progrediu exponencialmente, principalmente nos Estados Unidos”, explicou o CEO da PD Aerospace, Shuji Ogawa, em comunicado, no qual realça que a empresa procura “ter um papel relevante no futuro do transporte espacial, o mais brevemente possível”.

A Space-X de Elon Musk, a Virgin Galactic de Richard Branson e a Blue Origin de Jeff Bezos ganharam mais um concorrente na aventura das empresas privadas no espaço. Quem vai ganhar a corrida?

ZAP // EFE

Por EFE
3 Junho, 2018

[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1476]

[powr-hit-counter id=fbdc7ff4_1528023973321]