3829: Northolt Branch Observatories

Wolf 359

On the night of April 22-23, NASA's New Horizons spacecraft pointed its camera at the nearby star Wolf 359. NASA had alerted astronomers on Earth, and so other observatories on Earth – including us – were also looking at that star at the same time.Because New Horizons is so far away – more than 7 billion km – the sky is beginning to look different for it: The stars are shifting positions, compared to where they are when seen from Earth.https://www.nasa.gov/feature/nasa-s-new-horizons-conducts-the-first-interstellar-parallax-experiment#NHParallaxNortholt Branch ObservatoriesQhyccdNew Horizons

Publicado por Northolt Branch Observatories em Quinta-feira, 11 de junho de 2020

On the night of April 22-23, NASA’s New Horizons spacecraft pointed its camera at the nearby star Wolf 359. NASA had alerted astronomers on Earth, and so other observatories on Earth – including us – were also looking at that star at the same time.

Because New Horizons is so far away – more than 7 billion km – the sky is beginning to look different for it: The stars are shifting positions, compared to where they are when seen from Earth.

https://www.nasa.gov/…/nasa-s-new-horizons-conducts-the-fir…
#NHParallax

Na noite de 22-23 de Abril, a sonda New Horizons da NASA apontou a sua câmara para a estrela vizinha Wolf 359. A NASA alertou os astrónomos na Terra, e, por isso, outros observatórios na Terra – incluindo nós – também estavam olhando para aquela estrela ao mesmo tempo.

Porque New Horizons está tão longe – mais de 7 mil milhões de km – o céu está a começar a parecer diferente para ele: As estrelas estão a mudar de posição, comparadas com onde são vistas da Terra.

https://www.nasa.gov/feature/nasa-s-new-horizons-conducts-the-first-interstellar-parallax-experiment
#NHParallax

 

spacenews

 

3635: Northolt Branch Observatories

CIÊNCIA/ASTRONOMIA

The NEOCP object, C16NPA1, that we observed recently has been designated 2020 JH. It is an Apollo-type asteroid with a diameter of 122-273 metres.

2020 JH was first observed at Catalina Sky Survey on May 2nd. It made a close approach on May 1st, at a distance of 0.0666 au (9.9 million km) from Earth.

We observed it when it was visible at +18.4 mag, moving at 28 “/min through the constellation of Ursa Major.
https://minorplanetcenter.net/mpec/K20/K20J32.html

O objecto NEOCP, C16NPA1, que observamos recentemente foi designado 2020 JH. É um asteroide tipo Apollo com um diâmetro de 122-273 metros.

2020 JH foi observado pela primeira vez no Catalina Sky Survey em 2 de Maio. Ele fez uma aproximação estreita no dia 1 de Maio, a uma distância de 0.0666 au (9.9 milhões de km) da Terra.

Observamos-lo quando era visível em + 18.4 mag, movendo-se a 28 “/ min através da constelação de Ursa Maior.
https://minorplanetcenter.net/mpec/K20/K20J32.html

Northolt Branch Observatories
Asteroid Day
NEOShield-2
Qhyccd

 

spacenews

 

3541: Northolt Branch Observatories

CIÊNCIA/ASTRONOMIA

The NEOCP objects, C2G7M12 and TMG0021 that we observed recently have now been designated 1994 GL and 2020 GY1.

1994 GL is an Aten-type asteroid with a diameter of 39-87 metres. It was first observed at Steward Observatory, Kitt Peak-Spacewatch on the 7th April 1994. It had an observational arc of just 4 days before essentially becoming lost. It remained unobserved for 26 years. It was recovered by Pan-STARRS 2, Haleakala on April 2nd 2020.
1994 GL made a close approach on the 3rd of April, at a distance of 0.0272 au (4 million km) from Earth.

We observed it when it was visible at +18.5 mag, moving at 28″/min, through the constellation of Virgo.

1994 GL is currently visible at mag +20.2 and fading.
https://www.minorplanetcenter.net/mpec/K20/K20G67.html
_______________________________________________

2020 GY1 is an Apollo-type asteroid with a diameter of 13-30 metres. It was first observed at Tokyo-Kiso on April 5th. It made a close approach on the same day, at a distance of 0.000537 au (80,000 km) from Earth.

This was the closest approach by an object of this size since 2017 QP1, 2 1/2 years ago.

We observed 2020 GY1 moving at 38″/min, moving through the constellation of Virgo.

2020 GY1 visible at mag +19.3 and fading.
https://www.minorplanetcenter.net/mpec/K20/K20G69.html
_______________________________________________

Northolt Branch Observatories
Asteroid Day
NEOShield-2
Qhyccd

Os objectos NEOCP, C2G7M12 e TMG0021 que observámos recentemente foram agora designados 1994 GL e 2020 GY1.

1994 GL é um asteróide do tipo Aten com um diâmetro de 39-87 metros. Foi observado pela primeira vez no Observatório Steward, Kitt Peak-Spacewatch no dia 7 de Abril de 1994. Tinha um arco observacional de apenas 4 dias antes de se perder essencialmente. Ele permaneceu sem observar durante 26 anos. Foi recuperado pelo Pan-STARRS 2, Haleakala no dia 2 de Abril de 2020.
1994 GL fez uma aproximação estreita no dia 3 de Abril, a uma distância de 0.0272 au (4 milhões de km) da Terra.

Observamos-lo quando era visível em + 18.5 Mag, movendo-se a 28 “/ min, através da constelação de Virgo.

1994 GL está actualmente visível na Mag + 20.2 e desaparecendo.
https://www.minorplanetcenter.net/mpec/K20/K20G67.html
_______________________________________________

2020 GY1 é um asteróide tipo Apollo com um diâmetro de 13-30 metros. Foi observado pela primeira vez em Tóquio-Kiso no dia 5 de Abril. Ele fez uma aproximação estreita no mesmo dia, a uma distância de 0.000537 au (80,000 km) da Terra.

Esta foi a abordagem mais próxima por um objecto deste tamanho desde 2017 QP1, há 2 anos atrás.

Observamos 2020 GY1 movendo-se a 38 “/ min, passando pela constelação de Virgo.

2020 GY1 visível na Mag + 19.3 e a desaparecer.
https://www.minorplanetcenter.net/mpec/K20/K20G69.html
_______________________________________________

Northolt Branch Observatories
Asteroid Day
NEOShield-2
Qhyccd

 

spacenews

 

3478: Northolt Branch Observatories

The NEOCP object, C11ZDU1, that we observed recently has now been designated 2020 EA. It is an Amor-type asteroid with a diameter of 35-80 metres.

2020 EA was first observed at Catalina Sky Survey on March 2nd. It makes a close approach on the 6th of March, at a distance of 0.0461au (6.9 million km) from Earth.

We observed it when it was visible at mag +19.3
https://www.minorplanetcenter.net/mpec/K20/K20E10.html

O objecto NEOCP, C11ZDU1, que observamos recentemente foi agora designado 2020 EA. Possui um asteróide do tipo Amor com um diâmetro de 35-80 metros.

2020 EA foi observada pela primeira vez no Catalina Sky Survey em 2 de Março. Faz uma aproximação estreita no dia 6 de Março, a uma distância de 0.0461 au (6.9 milhões de km) da Terra.

Vimo-lo quando era visível na Mag + 19.3
https://www.minorplanetcenter.net/mpec/K20/K20E10.html

Northolt Branch Observatories
Asteroid Day
NEOShield-2
Qhyccd

 

spacenews

 

3449: Northolt Branch Observatories

CIÊNCIA/ASTRONOMIA

Ontem à noite vimos os dois planetas anões Makemake e Haumea. Ambos são visíveis com magnitude + 17.

Makemake tem um diâmetro de 1,430 km (cerca de 60 % do tamanho de Plutão). Ele orbita o Sol uma vez a cada 309 anos, a uma distância média de 45.7 UA (6.8 bilhões de km). Actualmente, Makemake está perto de seu ponto mais distante do Sol, a 52.572 UA (7.9 bilhões de km), localizada na constelação de Coma Berenices.

Em 2015, uma pequena lua foi descoberta em torno de Makemake. S / 2015 (136472) 1, apelidado de “MK2”, tem um diâmetro de cerca de 180 km, e parece órbita Makemake a uma distância de pelo menos 21,000 km.

Haumea é um objecto alongado, 2,300 × 1,700 × 1,100 km de tamanho (tornando maior que Plutão em sua dimensão mais longa, embora menor que Plutão em média). Com um período orbital de 284 anos, ligeiramente mais curto que o de Makemake, está actualmente localizado a 50.35 UA (7.5 bilhões de km) do Sol, na constelação de Bootes.

Haumea é distinta por ter um período de rotação muito rápido de apenas 3.9 horas, dando-lhe a sua forma alongada. Tem duas luas conhecidas, Hiʻiaka e Namaka, 310 e 170 km de diâmetro. Haumea é o maior membro da única família colisional conhecida no cinturão Kuiper, a família Haumea, que se pensa ser os restos de uma colisão gigante nos primeiros dias do Sistema Solar. Haumea é também o único planeta anão conhecido por ter anéis, como descoberto em 2017.

Mais informações:
https://en.wikipedia.org/wiki/Makemake
https://en.wikipedia.org/wiki/Haumea

Northolt Branch Observatories
Qhyccd

 

spacenews