538: NGC 289: Redemoinho no Céu do Hemisfério Sul

Crédito: Adam Block, ChileScope

A cerca de 70 milhões de anos-luz de distância, a maravilhosa galáxia espiral NGC 289 é maior do que a nossa própria Via Láctea. Vista quase de frente, o seu brilhante núcleo e disco central colorido dão lugar a braços espirais notavelmente fracos e azulados.

Os extensos braços varrem bem mais do que 100 mil anos-luz a partir do centro da galáxia. Para a direita e um pouco para baixo deste retrato telescópico e nítido da galáxia, o braço espiral principal parece encontrar uma galáxia companheira elíptica, pequena e difusa, interagindo a enorme NGC 289.

Claro, as estrelas pontiagudas estão no plano da frente da cena. Essas pertencem à Via Láctea, situadas na direcção da constelação do hemisfério sul de Escultor.

Astronomia On-line
imagem do mês Maio 2018

[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1476]

[powr-hit-counter id=fb2ad08b_1526319456273]