3255: Descoberta muralha construída há 7000 anos por causa da subida do nível do mar

CIÊNCIA

(dr) John McCarthy / Ehud Galili
Reconstrução artística de Tel Hreiz e da muralha

Arqueólogos descobriram uma antiga muralha, construída há sete mil anos, para proteger uma cidade neolítica da subida do nível do mar.

A muralha agora encontrada na costa israelita, com cerca de cem metros, foi construída com rochas de um leito de um rio a mais de um quilómetro de distância para criar uma barreira entre o Mar Mediterrâneo e a cidade antiga de Tel Hreiz, avança a Newsweek.

No estudo publicado, esta quarta-feira, na PLOS ONE, a equipa de investigadores, coordenada por Ehud Galili, da Universidade de Haifa, afirma que este é o mais antigo sistema de defesa costeira conhecido no mundo.

Naquela época, o nível do mar estava a subir à medida que as temperaturas globais aumentavam após o fim da última Era do Gelo. O Mediterrâneo estava a subir até sete milímetros por ano. Ao longo da vida, isso equivaleria a cerca de 20 centímetros.

O assentamento de Tel Hreiz foi descoberto, pela primeira vez, na década de 60, mas a muralha só foi identificada em 2010, depois de uma forte tempestade. Foi então que Galili e a restante equipa começaram a analisar os restos do muro submerso.

Os arqueólogos descobriram que tinha quase três metros de altura e que foi construído na mesma época da cidade. Ao longo das décadas, o paredão terá sofrido com a erosão marinha, dizem.

Apesar desta “demonstração de resiliência” face ao aumento do nível do mar, a população de Tel Hreiz acabou por deixar a cidade e, com o tempo, tanto esta como a muralha construída acabaram engolidas pelo mar.

A equipa aponta para as semelhanças com a situação que a Humanidade enfrenta actualmente. Embora, nos dias de hoje, o aumento seja consideravelmente menor do que aquele que o povo neolítico enfrentou, é expectável que muitas das cidades costeiras sejam impactadas no próximo século.

ZAP //

Por ZAP
24 Dezembro, 2019

 

spacenews