4132: As larvas de peixe-sol são adoráveis (mas crescem e tornam-se gigantescos “nadadores”)

CIÊNCIA/BIOLOGIA

(dr) Australian Museum
Peixe-sol

Uma equipa de cientistas australianos e neozelandeses descobriram as fases iniciais da larva gigante de peixe-sol. Pela primeira vez, o sequenciamento de ADN identificou as larvas do peixe-sol (Mola alexandrini).

O peixe-sol, conhecido cientificamente como Mola alexandrini, é um dos maiores peixes do oceano. Apesar do tamanho, este peixe é inofensivo, mas o cenário muda de figura quando encontra no seu caminho uma embarcação, como barcos de pesca.

A especialista Marianne Nyegaard decidiu analisar em detalhe a larva gigante de peixe-sol por ser uma incógnita para a comunidade científica, conta o Live Science. Como este animal pode atingir os três metros de comprimento e pesar em torno de 2.000 quilogramas, a equipa nunca imaginou que a larva pudesse ser tão pequena (e adorável).

Desde que foi identificada pela primeira vez, esta espécie causou muitas dúvidas no seio científico, uma vez que o género Mola possui mais quatro espécies, que se assemelham muito com o peixe-sol. Por esse motivo, a descoberta do estágio inicial pode servir como base para entender como funciona o ciclo de vida deste peixe.

(dr) Amy Coghlan
Larva de peixe-sol

A cientista decidiu ampliar os seus objectos de estudo ao dar preferência à análise de espécimes presentes nos grandes museus. O exemplar estudado, do Museu Australiano, media cerca de 5 milímetros, o que gerou um enorme desafio para ser analisado.

Além disso, o facto de as fêmeas adultas desta espécie serem recordistas na fecundação – chegando a produzir 300 milhões de óvulos -, deixou os cientistas, ao longo dos anos, intrigados.

Pela primeira vez, o sequenciamento de ADN identificou as larvas do peixe-sol (Mola alexandrini). “A sequência de ADN do espécime existente no Museu Australiano foi comparada com dados de referência gerados pelos nossos colaboradores internacionais”, explicou a cientista.

Kerryn Parkinson e Andrew King, investigadores do museu, ficaram encarregues da extracção de um dos globos oculares e da extracção e análise do ADN da larva gigante de peixe-sol, respectivamente.

Nyegaard considera que as pesquisas futuras sobre as larvas do peixe-sol devem ajudar a Ciência a desvendar novos factos a respeito do estágio inicial da vida destes peixes.

ZAP //

Por ZAP
9 Agosto, 2020