1323: Cientistas norte-americanos tropeçaram numa “medusa psicadélica”

CIÊNCIA

Foi quase por acaso que cientistas norte-americanos descobriram uma medusa tão estranha no fundo do mar, com tentáculos que podem atingir um alcance de 360 graus para picar as suas presas, que a apelidaram de “psicadélica”.

Esta “medusa psicadélica” foi encontrada a pairar junto ao fundo do mar no âmbito da expedição intitulada “Oceano Profundo 2018”.

Veículos operados remotamente, enviados a partir de um navio da marinha dos EUA, o Okeanos Explorer,  conseguiram detectar e registar imagens da medusa que foi cientificamente baptizada como Rhopalonematid jelly Crossota millsae.

Estes veículos conseguem descer até mais de 1000 metros de profundidade, e estão apetrechados para enviarem as imagens captadas directamente para os cientistas no navio.

O registo destas criaturas marinhas pode ajudar os cientistas a perceberem melhor as partes mais profundas e mais escuras do oceano, e consequentemente, a facilitar o caminho da preservação da vida marinha.

O navio da marinha norte-americana Okeanos Explorer está a ser usado pela Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA na sigla original em Inglês) para explorar o fundo do mar, na zona entre a costa de Porto Rico e as Ilhas Virgens. A expedição arrancou a 30 de Outubro passado.

ZAP //

Por ZAP
23 Novembro, 2018