1087: Única no mundo, arqueólogos encontram mão de bronze com 3500 anos

CIÊNCIA

Dentro de uma antiga sepultura na Suíça, arqueólogos descobriram uma antiga mão de bronze numa algema em ouro. A descoberta com 3500 anos é única no mundo.

Desconcertante mas potencialmente muito importante para a arqueologia, nada semelhante a esta mão tinha sido alguma vez descoberta nesta parte da Europa. As primeiras conclusões presumem que a mão seja um símbolo de poder mas ainda não está claro se pertencia a uma escultura maior ou se é apenas um ornamento superior de um cajado.

Os Serviços Arqueológicos do Cantão de Berna estão a realizar uma análise científica detalhada do curioso objecto que surgiu e afirmam que todas as questões poderão ser respondidas dentro de alguns meses.

A datação preliminar do carbono detectou que a mão remonta a 1500 e 1400 a.C.durante a Idade do Bronze na Europa.

A datação ainda sugere que talvez esta seja a peça de bronze mais antiga do mundo a representar uma parte do corpo humano. Caso seja parte de uma escultura maior, pode até ser considerada a escultura de bronze mais antiga da Europa.

“Para o conhecimento de especialistas suíços, alemães e franceses, nunca houve uma escultura comparável que datasse da Idade do Bronze na Europa Central”, disseram os Serviços Arqueológicos do Cantão de Berna num comunicado. “É, por isso, um objecto único e marcante”.

Intitulada como a “mão de Prêles”, o artefacto foi descoberto perto do Lago Biel, na província de Berna, no outono de 2017. Junto da mão também foi encontrado uma lâmina de um punhal de bronze e uma costela humana.

No verão de 2018, os arqueólogos que trabalhavam no local também descobriram restos mortais de um homem adulto que teria sido enterrado numa construção de pedra muito mais antiga.

Dentro do túmulo também existia um alfinete de peito e um ornamento para o cabelo ambos feitos em bronze. Restos de uma placa de ouro também foram encontrados o que pode sugerir a existência de uma outra mão de bronze.

Os investigadores esperam que, ao descobrir a identidade do homem, consigam decifrar o significado da mão de bronze.

“Ele deveria ser alguém de um alto escalão“, afirmaram os Serviços Arqueológicos do Cantão de Berna.

“Ainda é muito cedo para determinar se a mão foi feita na região dos Três Lagos ou noutro país distante. Não sabemos nem o significado, nem a função atribuída a este homem. O ornamento em ouro sugere-nos que será um emblema de poder, um sinal distintivo da elite social, até mesmo de uma divindade“, acrescentaram.

Por ZAP
29 Setembro, 2018

See also Blogs Eclypse and Lab Fotográfico