1845: Lockheed Martin revela projecto para levar humanos à Lua em 2024

Lockheed Martin
Conceito artístico do programa lunar da Lockheed Martin

O veículo em questão tem dois elementos: um módulo de aterragem, capaz levar os astronautas até ao solo lunar, e um veículo de subida para os trazer de volta da superfície da Lua.

Para ajudar a NASA a atingir a sua meta de voltar à Lua até 2024, a Lockheed Martin está a desenvolver o Lander Lockheed, um novo veículo lunar tripulado. O projecto tem como objectivo levar o Homem de volta à Lua, e, se tiver os recursos necessários, diz a empresa aeronáutica norte-americana, poderá estar concluído nos próximos anos.

O veículo em causa tem dois elementos: um módulo de aterragem, capaz levar os astronautas até ao solo lunar, e um veículo de ascensão para os trazer de volta da superfície da Lua. A sonda lunar deverá partir do local para a estação espacial Gateway, que a NASA pretende construir em órbita da Lua.

“Vamos precisar de recursos para fazer isto acontecer, e vamos ter que trabalhar de forma diferente”, disse Lisa Callahan, vice-presidente de programas e CEO da Lockheed Martin, durante uma conferência de imprensa. “Mas acho que é realmente viável e estamos super animados com o projecto.”

A principal vantagem do novo conceito do Lander Lockheed é que a empresa não está a construir o veículo completamente do zero. Alguns dos elementos necessários foram desenvolvidos para a Orion, cápsula espacial em que a Lockheed está a trabalhar há quase dez anos.

NASA
Conceito artístico da Orion, a nave espacial da Lander Lockheed

Alguns dos elementos da Orion, explica a empresa, vão ser usados no novo módulo. “Este é o nosso grande trunfo: construir a partir do que já temos”, diz Mike Hawes, vice-presidente e director de projecto da Orion na Lockheed Martin.

A primeira fase é a velocidade“, diz o administrador da NASA, Jim Bridenstine. “Queremos ter os pés na Lua o mais rápido possível. Não queremos desviar nada desse objectivo, e estamos a livrar-nos de qualquer coisa que seja uma distracção.”

Mas para que a Lockheed consiga lançar o seu módulo é necessário que a NASA termine a construção da estação orbital Gateway até 2024 — outro objectivo ambicioso que parece mais fácil de conceptualizar do que de concretizar em tão curto espaço de tempo.

ZAP // Oficina da Net / The Verge

Por ON
12 Abril, 2019

[vasaioqrcode]