179: NASA descobriu Sistema Solar com 8 planetas semelhante ao nosso

A NASA anunciou a descoberta de um novo planeta no sistema Kepler-90. Isto significa que este sistema solar distante tem oito planetas, tal como o Sistema Solar da Terra, e com características muito semelhantes.

A descoberta da NASA, anunciada esta quinta-feira, foi feita graças aos dados recolhidos pelo telescópio Kepler e à Inteligência Artificial (IA) da Google.

Os investigadores Christopher Shallue, engenheiro da Google, e Andrew Vanderburg, astrónomo da Universidade do Texas, nos EUA, programaram um computador com IA para que este conseguisse identificar exoplanetas, nas leituras de luz registadas pelo telescópio Kepler.

A Google treinou algoritmos de machine learning para aprenderem a detectar os padrões de luz deixados pelos planetas quando orbitam em torno das suas estrelas, e que são registados pelo Kepler. Isto agilizou a análise da imensidão de dados recolhidos pelo telescópio.

Assim, foi possível detectar este novo planeta, baptizado Kepler-90i, que confirma que o sistema Kepler-90 tem tantos planetas como a Terra, ou seja oito, e com características semelhantes – os planetas mais pequenos ficam localizados perto da estrela e os maiores mais afastados, tal como no nosso Sistema Solar.

“O sistema de estrelas Kepler-90 é como uma mini-versão do nosso Sistema Solar. Há pequenos planetas no interior e grandes planetas no exterior, mas está tudo amassado muito mais próximo”, explica Andrew Vanderburg no comunicado da NASA.

O Kepler-90, que fica a 2.500 anos-luz de distância, é “muito mais compacto do que o nosso Sistema Solar”, com “todos os oito mundos” que o compõem a estarem muito “mais próximos da sua estrela do que a Terra está do Sol”, explica Vanderburg, citado pelo Live Science.

NASA / Wendy Stenzel
O sistema Kepler-90 que tem oito planetas, tantos como o sistema solar da Terra.

Temperaturas de 430 graus

O planeta Kepler-90i terá algumas semelhanças com a Terra mas será, provavelmente, “demasiado quente para acolher vida”, já que “completa uma órbita [em torno da estrela] a cada 14.4 dias da Terra”, explica o Live Science, com base nas informações da pesquisa dos cientistas da NASA.

As temperaturas no planeta rondarão os 430 graus, como salienta Vanderburg.

Além deste novo planeta do sistema Kepler-90, a NASA descobriu ainda outro planeta noutro sistema diferente, o Kepler-80g. Este é o sexto planeta do seu sistema que orbita em torno de uma estrela anã, localizada a cerca de 1.160 anos-luz do sol.

Os investigadores da NASA vão continuar a usar a IA da Google para procurar mais planetas “escondidos” nos dados do telescópio Kepler que já permitiu revelar mais de 2.500 mundos extraterrestres.

“Há muita quantidade de dados por explorar no sistema Kepler-90 e seria muito surpreendente se não houvesse mais planetas em torno desta estrela”, constata Vanderburg.

Este investigador acredita que pode haver outros sistemas solares semelhantes ao nosso e ao Kepler-90, eventualmente já registados na imensidão de dados recolhidos pelo telescópio Kepler.

“Estes resultados demonstram o valor duradouro da missão Kepler“, constata a cientista Jessie Dotson, do Centro de Pesquisa da NASA na Califórnia, também citada no comunicado da agência espacial.

“Estou certa de que há mais novidades nos dados à espera de serem encontradas”, conclui.

SV, ZAP //

Por SV
15 Dezembro, 2017

[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=42]

[powr-hit-counter id=cb754d30_1513348591160]