4291: Encontrada em Israel fortaleza de 3200 anos construída pelos Egípcios

CIÊNCIA/ARQUEOLOGIA

(dr) Emil Elgam / IAA

Arqueólogos descobriram, em Israel, uma fortaleza com 3200 anos construída pelos Egípcios e Cananeus (ou Canaanitas), que tinha como objectivo manter os Filisteus recém-chegados fora da região.

De acordo com a Autoridade de Antiguidades de Israel (IAA), citada pelo site Live Science, a estrutura militar, apelidada de fortaleza de Galon, data de meados do século 12 A.C.

O IAA afirma que este achado destaca a instabilidade vivida nesta região conhecida como terra de Canaã. Nessa altura, chegaram os Israelitas e os Filisteus, tendo levado os Egípcios e os Cananeus a construir a fortaleza recentemente descoberta.

Os investigadores encontraram a estrutura durante uma escavação perto do Kibutz Galon, a cerca de 70 quilómetros a sul de Jerusalém. A fortaleza, de 18 por 18 metros, tinha torres de vigia em cada um dos seus quatro cantos e uma soleira na entrada esculpida a partir de uma rocha maciça que pesava 3,3 toneladas.

Quando as pessoas entravam na fortaleza, que tinha um estilo de arquitectara Egípcio, viam um pátio pavimentado com lajes de pedras e colunas ascendentes no centro. Cada lado do forte tinha quartos, onde os arqueólogos encontraram centenas de vasos de cerâmica, alguns deles inteiros, incluindo uma tigela e uma chávena que provavelmente eram usadas para rituais religiosos, afirmaram Saar Ganor e Itamar Weissbein, arqueólogos do IAA, em comunicado.

“Parece que a fortaleza de Galon foi construída como uma tentativa dos Egípcios e dos Cananeus de lidar com a nova situação geopolítica”, acrescentaram. A estrutura militar foi “construída numa localização estratégica, de onde é possível ver a estrada principal que acompanha o rio Guvrin”.

No entanto, escreve o mesmo site, a situação geopolítica alterou-se quando os Egípcios deixaram a terra de Canaã e voltaram para o Egipto, deixando os Cananeus sozinhos a defender o seu território.

“A sua partida levou à destruição das agora desprotegidas cidades Canaanitas, uma destruição que provavelmente foi liderada pelos Filisteus”, concluiu a dupla de arqueólogos.

ZAP //

Por ZAP
7 Setembro, 2020