4102: Quase metade dos russos acredita que a alunagem dos Estados Unidos foi uma farsa

CIÊNCIA/LUA/EUA/RÚSSIA

David Scott / NASA

Uma nova sondagem revelou que quase metade dos russo acredita que a alunagem dos Estados Unidos em meados de 1969 foi uma farsa do Governo.

A pesquisa de opinião, que contou com a participação de 1.600 adultos na Rússia, revelou ainda que apenas 31% dos inquiridos acredita que os astronautas norte-americanos pousaram na Lua no século passado, escreve a revista Newsweek.

A primeira alunagem, durante a qual os astronautas Neil Armstrong e Buzz Aldrin se tornaram as primeiras pessoas a pisar a superfície lunar, recorde-se, aconteceu durante a corrida espacial entre os Estados Unidos e a Rússia.

Ambas as nações estavam a expandir os seus programas espaciais na época e, oito anos antes, a Rússia tornou-se no primeiro país a enviar uma pessoa para o Espaço, o cosmonauta Yuri Gagarin, mas os Estados Unidos acabariam por “ganhar” a corrida lunar.

Pouco depois de os Estados Unidos alunarem, a União Soviética negou estar envolvida numa corrida espacial com a nação norte-americana, alegando não ter qualquer programa lunar ou ter criticado a agência espacial norte-americana.

Foram necessários anos para que os russos admitissem que estavam a tentar chegar à Lua. Em meados de 1989, o jornal norte-americano New York Times publicou um artigo sob o título “Os russos finalmente admitem que perderam a corrida para a lua”.

A mesma revista norte-americana detalha ainda que as teorias que defendem que a alunagem dos Estados Unidos foi uma farsa surgiram pouco depois da missão Apollo 11.

Em 2015, a Rússia sugeriu mesmo que se investigasse a chegada do Homem à Lua.

Rússia sugere que se investigue a chegada do Homem à Lua

A Rússia quer lançar uma investigação internacional para confirmar se o Homem foi mesmo à Lua, entre outros episódios da…

Ler mais

ZAP //

Por ZAP
3 Agosto, 2020

 

spacenews