785: Sonda da NASA vai usar escudo de calor ultra avançado para “tocar” o Sol

A NASA está a preparar-se para lançar a Parker Solar Probe, a missão que irá chegar mais perto do sol do que qualquer objecto alguma vez construído pelo homem.

A agência espacial norte-americana vai lançar no dia 4 de Agosto a Parker Solar Probe, sonda que vai chegar à distância mais próxima da superfície solar alguma vez alcançada por tecnologia humana. A missão da NASA vai “tocar” o Sol para estudar sua atmosfera.

“A Parker Solar Probe irá passar a cerca de 7 milhões de quilómetros do Sol – cerca de 1/8 da órbita de Mercúrio – e fornecerá pormenores incríveis da dinâmica da atmosfera solar”, disse Jonathan Lunine, director do Centro de Astrofísica e Ciências Planetárias da Universidade de Cornell e conselheiro da NASA.

Recentemente, um importante passo foi dado para assegurar a viabilidade da missão: o Sistema de Protecção Térmica, TPS, um “escudo térmico” ultra avançado, foi instalado com sucesso na sonda espacial.

A missão, no seu ponto mais próximo, passará a cerca de 6,4 milhões de quilómetros do sol, uma região do espaço nunca antes visitada por uma nave feita pelo homem. A título de comparação, o mais perto que Mercúrio se aproxima da nossa estrela é cerca de 46 milhões de quilómetros.

Aproximar-se tanto do que é, essencialmente, uma bola de fogo gigante requer naturalmente alguns cuidados. E é aí que entra o Sistema de Protecção Térmica. O escudo de calor é composto de carbono e pulverizado com um revestimento especialmente criado para reflectir o máximo possível da energia do sol para longe da sonda.

A sombra que o TPS projecta irá impedir que o núcleo da nave seja exposto a temperaturas que chegam a 1.370 graus Celsius. Se o escudo funcionar correctamente, os instrumentos da missão serão mantidos a uma temperatura relativamente confortável de cerca de 30 graus Celsius.

O escudo em si tem cerca de 2,5 metros de diâmetro e pesa 72 quilos. Como a sonda viaja muito rapidamente – a quase 700 mil quilómetros por hora, ou seja, algo como ir de Lisboa a Faro em cerca de um segundo, tanto o escudo térmico como a nave em si precisam de ser muito leves.

A Parker Solar Probe está a ser planeada há quase 60 anos. Se tudo correr bem com a missão, a pequena sonda fará a sua viagem histórica à corona do sol, recolhendo  dados até agora desconhecidos sobre o interior da atmosfera solar.

Por HS
8 Julho, 2018

[SlideDeck2 id=1476]

[powr-hit-counter id=5a1378fb_1531090995136]

See also Blog