4168: “Crocodilo do terror” tinha dentes do tamanho de bananas e comia dinossauros

CIÊNCIA/PALEONTOLOGIA

Daderot / Wikimedia
O “crocodilo do terror” Deinosuchus hatcheri

Um novo estudo descobriu um grupo de crocodilos antigos que tinham cerca de 10 metros de comprimento e dentes “do tamanho de bananas”, que lhes permitiam derrubar até os maiores dinossauros do seu ecossistema.

De acordo com o site IFLScience, o género em questão designa-se por Deinosuchus e o novo estudo, publicado, a 29 de Julho, na revista científica Vertebrate Paleontology, descreve duas espécies: Deinosuchus hatcheri e Deinosuchus riograndensis.

Estes crocodilos pré-históricos, que tinham cerca de 10 metros de comprimento, viveram na América do Norte há 75-82 milhões de anos. Pesquisas anteriores já tinham sugerido que eram capazes de se alimentar de dinossauros.

Agora, ao olhar para os novos espécimes, uma equipa de cientistas confirmou que este animal tinha realmente capacidades para se alimentar do que bem lhe apetecesse. Os fósseis analisados revelaram marcas de mordidas do D. riograndensis em tudo, desde carapaças de tartarugas a ossos de dinossauros.

Embora o nome do género possa ser traduzido como “crocodilo do terror”, os Deinosuchus eram, na verdade, mais parentes dos aligatores. A morfologia do crânio é ainda um pouco confusa, pois não se parece muito com nenhum dos dois animais: tinha um focinho longo e largo com uma ponta bulbosa.

“O Deinosuchus foi um gigante que deve ter aterrorizado vários dinossauros que foram até à beira da água para beber. Estes novos espécimes que examinámos revelam um predador bizarro e monstruoso com dentes do tamanho de bananas“, afirma Adam Cossette, um dos autores do estudo e investigador da Faculdade de Medicina Osteopática do Instituto de Tecnologia de Nova Iorque, mas no campus da Arkansas State University.

ZAP //

Por ZAP
15 Agosto, 2020