1501: Fissura na Estação Espacial foi feita por dentro, diz cosmonauta russo

NASA
Cápsula russa Soyuz acoplada à Estação Espacial Internacional

O buraco da cápsula Soyuz terá sido perfurado a partir de dentro, afirma um cosmonauta russo. As amostras, que regressaram agora à Terra, estão a ser investigadas.

Em Agosto, a tripulação da Estação Espacial Internacional foi surpreendida ao saber da existência de um vazamento que provocou uma pequena perda na pressão do ar a bordo da estação. Há mistérios que nunca chegam a ser desmistificados, mas em relação ao pequeno buraco na cápsula Soyuz, tudo parece ser uma questão de tempo.

Os cientistas selaram o buraco de imediato, mas a sua causa permanece um mistério até então. No entanto, segundo o cosmonauta russo Sergey Prokopyev, a pequena fissura foi perfurada a partir do interior da cápsula.

A tripulação da Expedição 57 realizou uma “caminhada espacial sem precedentes” no dia 11 de Dezembro para determinar a causa do pequeno buraco na Soyuz. Depois de recolher várias amostras do lado de fora da nave, Sergey Prokopyev e Oleg Kononenko concluíram que o buraco foi perfurado a partir do interior, o que levanta ainda mais questões.

Inicialmente atribuído a um micro-meteorito, a fissura foi rapidamente determinada como resultado de uma perfuração. Apesar de não representar uma ameaça quer para a nave, quer para a tripulação, causava uma pequena queda na pressão do ar.

NASA
O orifício na nave Soyuz MS-09 antes de ter sido reparado com o selante especial

Os resultados da análise de Kononenko and Prokopyev foram revelados assim que regressaram à Terra. O buraco não representou nenhuma ameaça durante o retorno porque a secção onde apareceu foi descartada antes da reentrada na atmosfera da Terra.

No verão, surgiram rumores de que o buraco havia sido deliberadamente perfurado, quando a cápsula foi fabricada ou quando estava em órbita. Por sua vez, estes rumores geraram rumores ainda mais graves de que a fissura podia ter sido parte de uma tentativa de sabotagem.

No entanto, apesar de Prokopyev ter concluído que o buraco foi feito por dentro, rejeita a hipótese de que foi deliberadamente perfurado por um astronauta.

Apesar disso, tanto a NASA quanto as autoridades russas continuam convencidas de que causa do buraco permanece desconhecida e que tem de ser totalmente investigada. Como Prokopyev resumiu, “cabe aos órgãos de investigação julgar quando é que aquele buraco foi feito”.

ZAP // ScienceAlert

Por ZAP
20 Janeiro, 2019

[vasaioqrcode]