2997: Brasil recebe a sua primeira convenção nacional de terraplanistas

TERRA PLANA

Kevin Carden / Deviant Art

A cidade de São Paulo, no Brasil, vai receber a sua primeira convenção nacional de terraplanistas este domingo, dia 10 de Novembro.

De acordo com o site da convenção, a Flat Con Brasil é organizada pelo jornalista Jean Ricardo G. Martins, que promove eventos e terraplanista desde 2015, e tem como objectivo discutir esta corrente, assunto “que está na agenda dos média” de todo o mundo.

“Tratada como ‘teoria da conspiração’ por muitos, esta ciência é estudada por diversos professores e académicos que mostram, através de provas empíricas, que não vivemos num globo, e sim, num mundo plano e estacionário“, pode ler-se.

“Não é moda e muito menos um fenómeno passageiro. Esta onda mundial começou com força em 2015 e uniu as pessoas em torno de um único objectivo: provar que não vivemos num globo como fomos educados na escola e que a NASA e as demais agências mentem”.

Para a conferência, há dois tipos de bilhetes à venda: o promocional, que custa 50 reais (11 euros) e dá acesso a todas as palestras, e um outro de 110 reais (25 euros) que, para além das palestras, incluiu uma camisola oficial do evento, uma caneta personalizada e a Revista Terra Plana. A compra dos ingresso é feita online.

Entre os palestrantes, enumera o jornal britânico The Guardian, estão vários youtubers, entre os quais o “Professor Terra Plana”, que divulga vídeos intitulados de “25 exemplos que provam que a NASA é uma fraude” ou “A gravidade não existe”.

O canal do “Professor Terra Plana” conta com cerca de 29.000 subscritores.

À semelhança do que aconteceu com o Reino Unido e Estados Unidos, a teoria da Terra Plana têm ganho força no Brasil: 7% da população (10 milhões de brasileiros) acredita no terraplanismo, segundo dados do Datafolha, que aponta que esta crença tem a a incidir mais sobre a população religiosa e com menos estudos.

Recentemente, Olavo Carvalho, filósofo e conservador brasileiro, que é também astrólogo e guru do Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, foi criticado no Twitter quando falava sobre o terraplanismo.  “Não estudei o assunto da Terra Plana. Acabei de ver alguns vídeos de procedimento experimentais que mostram a planicidade das superfícies aquáticas e, até agora, não consegui encontrar nada para refutá-los”, escreveu.

Olavo de Carvalho @opropriolavo

Não estudei o assunto da terra plana. Só assisti a uns vídeos de experimentos que mostram a planicidade das superfícies aquáticas, e não consegui encontrar, até agora, nada que os refute.

Felipe Neto @felipeneto

Tá aqui, asno, toma sua refutação:

ZAP //

Por ZAP
8 Novembro, 2019

Os asnos também têm o direito a zurrar!!! 🙂