3600: ESA lança concurso de ideias para combater a Covid-19 a partir do Espaço

CIÊNCIA/SAÚDE

“O objectivo é dar resposta a importantes desafios actuais de áreas tão diversas como a saúde, energias renováveis, protecção ambiental, agricultura inteligente, gestão de catástrofes, cidades inteligentes”, refere o IPN em comunicado

Pode não parecer, mas o Copernicus Masters é um concurso. E pode não parecer, mas este ano este concurso pode ter uma palavra a dizer no combate à pandemia Covid-19. Em comunicado, o Instituto Pedro Nunes (IPN), que gere uma das incubadoras da Agência Espacial Europeia ESA) vem anunciar o lançamento do período de candidatura de ideias e projectos ao Copernicus Master, com vista ao desenvolvimento de ferramentas que usam dados recolhidos de observação da Terra para o combate e prevenção da pandemia Covid-19.

Os interessados poderão apresentar candidatura até 30 de Junho. A iniciativa, que pretende fomentar o uso de dados recolhidos pelo satélite Copernicus, tem este ano por temática o combate à pandemia da Covid-19.

“O Copernicus Masters é uma iniciativa organizada pela AZO – Space of Innovation e pela Agência Espacial Europeia. O objectivo é dar resposta a importantes desafios actuais de áreas tão diversas como a saúde, energias renováveis, protecção ambiental, agricultura inteligente, gestão de catástrofes, cidades inteligentes, de entre outras. Em tempo de pandemia, a competição encoraja especialmente as empresas a participarem com projectos que possam apoiar a luta contra a COVID-19”, refere o IPN em comunicado.

Há três empresas portuguesas que já foram distinguidas em edições anteriores do concurso Copernicus Masters: Space Layer Technologies, Cybele, e Theia são as três start-ups nacionais que ganharam prémios nas edições de 2017, 2018, e 2019, respectivamente.

Exame Informática
27.04.2020 às 16h29

 

spacenews

 

3369: Concurso procura os próximos cientistas portugueses. O vencedor viaja até à NASA

CIÊNCIA

A equipa que venceu numa das edições passadas do concurso (FCT Nova)

Estão abertas as inscrições para a 5ª edição do FCT NOVA Challenge, o concurso que desafia alunos portugueses a criar projectos científicos. O melhor ganha viagem a Centro da NASA.

O objectivo é estimular os estudantes portugueses a criarem soluções científicas, ou seja, eles próprios tornarem-se cientistas e ganharem gosto pela ciência e pelo seu potencial. A FCT NOVA – Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa anunciou esta semana que começaram as inscrições para o FCT NOVA Challenge.

O concurso que chega à sua quinta edição desafia os estudantes portugueses a solucionar problemas científicos, com apoio da Direcção-Geral da Educação e da Embaixada dos Estados Unidos da América, daí que o prémio para o principal vencedor seja uma viagem ao Centro da NASA em Washington.

A missão do concurso passa por “promover o conhecimento científico entre os jovens portugueses e a consequente criação de novos talentos na Ciência, Tecnologia e Engenharia, áreas de investigação e ensino da FCT NOVA”, indica o estabelecimento de ensino em comunicado. Além dos estudantes do 12º ano, dos cursos Científico-Humanístico de Ciências e Tecnologias, e Científico-Humanístico de Ciências Sócio-económicas, pela primeira vez, a FCT NOVA abriu o concurso às Escolas Profissionais.

Como funciona o concurso?

A competição é feita entre equipas de três a cinco estudantes, orientados por até dois professores, que devem conceber, ou até construir, um projecto que seja uma resolução prática de um problema concreto de ciência ou engenharia, que pode passar por uma metodologia inovadora. Idealmente, as experiências empregues pelos alunos no FCT NOVA Challenge “devem contribuir para o avanço da ciência, representando um dos principais objectivos da faculdade” sediada na Caparica.

A FCT NOVA recorda ainda, em comunicado, que é reconhecida pela produção científica, “sendo a faculdade portuguesa com a maior concentração de laboratórios CoLABs e Bolsas EuropeanResearch Council (ERC)”.

A mostra pública dos trabalhos seleccionados é dia 5 de Junho, depois segue-se a atribuição do prémio ao vencedor com a viagem ao Centro da NASA em Washington DC, nos EUA, com despesas de deslocação e alojamento incluídas. Os vencedores do ano passado foram alunos da Escola Básica e Secundária Oliveira Júnior, de São João da Madeira. O concurso Challenge 2020 está disponível neste site.

Por DN Insider
Quarta-feira, 15 Janeiro 2020

spacenews

 

2552: NASA procura nome para rover marciano. Sugestões reservadas a crianças

A NASA lançou uma competição de nomes para o seu rover que vai a Marte em 2020. O detalhe curioso é: apenas crianças podem participar.

A NASA lançou uma competição de nomes para o seu rover que vai a Marte em 2020. O detalhe curioso é: apenas crianças podem participar.

Com a intenção de dar ao robô explorador uma identidade própria, a NASA tem em vigor uma iniciativa que inclui a participação dos alunos do ensino básico e secundário. Os interessados devem enviar um texto com a sua sugestão de nome para o rover até o dia 1º de Novembro. Os textos serão avaliados consoantes a adequação, originalidade e relevância e vão ser seleccionados e separados em três grupos.

A competição terá 52 semifinalistas por grupo e cada um destes vai representar o seu Estado ou país. A decisão final será dada de acordo com a participação do público.

O voto popular terá a possibilidade de escolher nove finalistas. A votação está prevista decorrer em Janeiro de 2020. E, no dia 18 de Fevereiro de 2020, o resultado é revelado, um ano antes de o rover aterrar na superfície marciana.

Dinheiro Vivo
30.08.2019 / 00:29

 

1304: 2018. Estas são as melhores fotografias de astronomia do ano

Veja aqui as imagens vencedoras do concurso deste ano Insight Investment Astronomy Photographer of the Year, promovido pelo Observatório de Greenwich, no Reino Unido

Diário de Notícias
DN
17 Novembro 2018 — 23:29

[vasaioqrcode]