4127: Tubos de lava presentes na Lua e em Marte poderão ser usados para bases planetárias

CIÊNCIA/MARTE/LUA

A Lua poderá ser um importante entreposto espacial para o homem viajar até Marte. Quando lá chegarem, ao planeta vermelho, os humanos terão de encontrar o melhor sítio para fixar as suas primeiras bases no solo marciano. Segundo os mais recentes estudos realizados por geólogos planetários dos solos da Lua e de Marte, os tubos de lava que existem quer na Lua, quer em Marte, serão os locais ideais para as primeiras bases extraterrestres.

Estes tubos são mil vezes maiores do que os da Terra e poderão abrigar a vida humana chegada à Lua e a Marte.

Cavernas vulcânicas poderão ser as bases de missões humanas à Lua e Marte

Os tubos de lava são uma espécie de caverna vulcânica em forma de túneis. Conforme é sabido, estas estruturas estão presentes nos planetas e são gerados durante o seu processo de formação. A Terra tem-nas e os cientistas que estudam os solos planetários detectaram-nas noutras latitudes do nosso sistema solar. Especificamente na Lua e em Marte, onde notaram que são mil vezes maiores do que as do nosso planeta. Assim, estas escavações vulcânicas em formato de caverna poderão servir de base planetária no futuro.

Segundo os dados dos geólogos, a actividade vulcânica no nosso satélite natural e no planeta vermelho criou estes tubos há milhares de milhões de anos. Aliás, o mesmo se passou na Terra. Depois de intensa actividade e extinta a lava, fogo ou magma, o que resta é espaço. Assim, os cientistas estudaram estes solos e notaram a sua extensão. Como tal, com base nas necessidades, foram apontadas várias funções positivas que poderão ter para futuras missões das várias agências espaciais.

Um dos grandes desafios do estabelecimento de missões noutros planetas é a falta de protecção contra a radiação solar. Nenhum outro corpo celeste no nosso sistema tem uma atmosfera como se fosse a Terra. No entanto, dentro destes tubos, poder-se-ia ter a protecção necessária contra tais radiações. E tendo terra ampla para trabalhar, seria ideal para montar acampamentos.

Qual o tamanho dos tubos em Marte e na Lua?

Conforme foi dado a conhecer pelo Daily Mail, os cientistas explicaram que o maior dos tubos da Lua tem 30 metros de largura e 40 quilómetros de comprimento.

Estas medidas são suficientes para instalar uma base do tamanho de uma pequena cidade.

Explicaram os cientistas.

Para perceber a consistência dos materiais, os investigadores olharam para os solos destes tubos na Terra. Depois compararam a existência destes espaços nos dois corpos celestiais. Como resultado, foi descoberto que os tubos da Lua parecem ser os maiores e mais adequados para o projecto ambicioso.

O mais importante é que, apesar do tamanho impressionante dos tubos lunares, eles permanecem dentro do limiar de estabilidade do tecto, devido à menor atracção gravitacional.

 

NASA descobre um estranho e incomum buraco no solo de Marte

Marte brinda os cientistas com cenários selvagens e deslumbrantes. De tal forma que há novidades que conseguem inquietar quem estuda mais afincadamente o terreno do planeta. Conforme podemos ver numa imagem publicada no blog … Continue a ler NASA descobre um estranho e incomum buraco no solo de Marte

08 Ago 2020

 

spacenews