3087: NASA testa robô subaquático projectado para encontrar vida extraterrestre

CIÊNCIA

Uma equipa de cientistas do Laboratório de Propulsão da NASA e da Divisão Antárctida Australiana aliaram-se para criar um robô subaquático BRUIE (Buoyant Rover for Under-Ice Exploration) para vasculhar luas geladas, como é o caso de Europa e Encélado, satélites de Júpiter.

Esta tecnologia, explica a agência espacial norte-americana em comunicado, foi especialmente projectado para procurar vida extraterrestre e poderá, em breve, ser utilizado numa expedição a uma das luas geladas de Júpiter.

Os cientistas vão agora para a estação australiana de Casey, na Antárctida, para testar o seu veículo flutuante durante várias semanas. O BRUIE é equipado com rodas independentes que lhe permitem mover-se sob o gelo, mas também aderir ao piso gelado para recolher amostras e fazer “medições sensíveis” nestas áreas”.

O rover tem cerca de um metro de comprimento e já foi testado no Alasca e no Árctico, onde provou ser o mais eficiente em termos de energia quando comparado com outros submarinos de tamanho semelhante.

Agora, a equipa procura testar quanto tempo duram as baterias do robô em condições extremas e como é que o rover se comporta ao passar por diferentes terrenos.

A NASA prepara-se para ir a Júpiter em 2025 para investigar Europa, uma das suas luas. Neste satélite natural há evidências da existência de um oceano salgado sob uma crosta de gelo que terá entre 10 a 20 quilómetros de espessura.

Os cientistas apontam este satélite como um dos mais promissores no que toca a habitabilidade. Recentemente, uma outra equipa de cientistas da NASA encontrou evidências de vapor de água em Europa, descoberta que dá força à hipótese do oceano.

“Este oceano salgado pode conter mais do que o dobro da água que a Terra tem e ter todos os ingredientes certos para apoiar organismos vivos simples”, explicou Kevin Hand, cientista da NASA citado em comunicado.

ZAP //

Por ZAP
25 Novembro, 2019