622: Asteróide descoberto no sábado (02/06/2018) desintegra-se horas depois na África Austral

 

Um asteróide com um diâmetro estimado de 2 metros foi detectado pelo Catalina Sky Survey na manhã de sábado, 2 de Junho, em rota de colisão com a Terra aparecendo em diferentes posições numa sequência de imagens. Quando foi detectado estava a uma distância semelhante à da Lua, mas movia-se a grande velocidade (entrou na atmosfera da Terra com uma velocidade de cerca de 60 000 Km/h), chegando à Terra em 8 horas.

Créditos: NASA/JPL-Caltech/CSS-Univ. of Arizona

Nesse intervalo de tempo os peritos seguiram o procedimento definido, que consiste em enviar os dados para o Minor Planet Center, em Cambridge, Massachusetts, e para o centro CNEOS no JPL, laboratório da NASA em Pasadena, Califórnia. São também enviados alertas enviados para a comunidade de observadores de asteróides para obter mais observações. Com base nos dados, esses centros calculam as trajectórias previstas. Neste caso, os cálculos indicaram grande probabilidade de um impacto na Terra. No entanto, uma vez que o asteróide era muito pequeno e, portanto, inofensivo, não foram emitidos alertas mais abrangentes pela NASA, como previsto no protocolo para asteróides maiores.

O asteróide entrou na atmosfera da Terra por volta das 16:44 UTC e veio a desintegrar-se vários quilómetros acima da superfície no Botswana, criando uma bola de fogo brilhante ( denominado por “fireball” ou “bólide”) que iluminou o céu nocturno (18:44 hora local). O evento foi testemunhado por vários observadores. Um registo de vídeo está disponível aqui:

OAL – Observatório Astronómico de Lisboa
5 Jun 2018

[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1476]

[powr-hit-counter id=cd7f26a8_1528290201175]