1847: Voo inaugural. Maior avião do mundo rasga o céu da Califórnia

Com seis motores, dois cockpits, 87 metros de comprimento e com uma envergadura de um campo de futebol americano, a aeronave voou pela primeira vez este sábado.

Um gigante da aviação levantou voo este sábado pela primeira vez. Considerado o maior avião do mundo, o aparelho da Stratolaunch System, empresa criada pelo co-fundador da Microsoft Paul Allen, que morreu no ano passado, “rasgou” os céus da Califórnia pela primeira vez.

Com 227 toneladas, dois cockpits e seis motores, o aparelho descolou do aeroporto de Mojave, na Califórnia, para o seu voo de teste e as imagens impressionam. Afinal, esta é uma aeronave com uma envergadura de um campo de futebol americano. De uma asa à outra mede 117 metros e tem quase 87 metros de comprimento.

© REUTERS/Gene Blevins

O novo gigante dos céus foi criado para lançar pequenos satélites na órbita baixa da Terra. “Seja qual for a carga útil, seja qual for a órbita, lançar o seu satélite no espaço será em breve tão fácil como reservar um voo aéreo”, garantiu o CEO da Stratolaunch, Jean Floyd, em 2018.

O avião servirá como uma alternativa mais barata para colocar novos satélites no espaço, uma vez que pode usar os aeroportos em vez de se limitar às plataformas de lançamento de foguetões e toda a infra-estrutura que é necessária e muito dispendiosa. Este mega-jacto também é mais barato porque gasta menos combustível do que um lançamento de foguetão tradicional.

O aparelho foi criado para transportar até três foguetões com satélites no centro da sua enorme asa, que podem ser lançados a 35 mil pés de altitude. Para aguentar este peso e, ao mesmo tempo, ser leve para voar, o avião foi feito em grande parte com fibra de carbono em vez de alumínio. Os seis motores foram originalmente desenhados para os Boeing 747, o mesmo acontece com as 28 rodas do trem de aterragem.

Este não foi, no entanto, o primeiro teste do avião da Stratolaunch. Em 2017 foram feitas experiências em terra no hangar do aeroporto de Mojave. Vão ser necessários mais testes até que o novo gigante dos céus possa ter a luz verde da Federal Aviation Administration. A empresa estima que o avião possa lançar o seu primeiro satélite para o espaço no próximo ano.

“É o maior avião do mundo. É tão grande que parece que não deveria poder voar”, afirmou à CNN Jack Beyer, fotógrafo aeroespacial do NASASpaceFlight.com.

View image on Twitter

Jack Beyer @thejackbeyer

At Mojave Air and Spaceport again this morning waiting on first flight of the world’s largest airplane, though I’m hearing it’s been called off for today. @Stratolaunch @NASASpaceflight

Diário de Notícias
13 Abril 2019 — 19:59