1018: Orçamento Participativo Portugal > Votação até 30 Setembro 2018

O Orçamento Participativo Portugal é um processo democrático deliberativo, directo e universal, através do qual as pessoas apresentam propostas de investimento e que escolhem, através do voto, quais os projectos que devem ser implementados em diferentes áreas de governação. A votação ocorre até 30 de Setembro. Cada cidadão pode votar num projecto de âmbito nacional e noutro de âmbito regional.

O Prof. Doutor Rui Agostinho, docente da FCUL e director do OAL propôs, como cidadão, um projecto a votação no Orçamento Participativo Portugal. Fique a conhecer o projecto e participe na votação:

Âmbito Nacional

Projecto #582 – AstroCosmos: Aprender na Escola, no Campo e na Cidade, no Céu de Portugal
Proposto por Rui Agostinho
Votar online

É um projecto de Astronomia dando muita ênfase às Escolas, à formação dos alunos e professores, mas também é para o público. O projecto contribuirá para o desenvolvimento da Educação em Ciência e da Cidadania do Conhecimento, através destas acções que serão realizadas com as Escolas e com o público.

O projecto tira partido da posição privilegiada de instituições de divulgação científica, os CCVs, apoiadas por uma instituição do Ensino Superior em Lisboa, que tem reconhecida competência em Astronomia, no ensino, divulgação e investigação.

Está na proposta que um CCV deve estar em Lisboa, com uma localização de eleição e infraestruturas muito boas. Isto permitirá a observação do Sol e da Lua integradas nas sessões públicas regulares, onde as Escolas têm um assento preferencial.

O complemento perfeito está na excelente qualidade do céu alentejano, a Sul de Grândola, num CCV onde aflui muito público com regularidade e onde se farão observações astronómicas no grande telescópio, mas também para as suas actividades regulares de observação do Sol, da Lua e dos planetas. O que está planeado é que seja o CCV do Lousal, onde se têm feito este tipo de acções: funcionará bem.

As acções de formação com as Escolas terão acesso (local ou remoto) ao telescópio, e será criada um base de dados com imagens e projectos, de acesso livre. O Prof. Rui Agostinho fará a coordenação dos projectos de Formação e Ensino com as Escolas.

Será preciso comprar equipamento como as cúpulas, pequenos telescópios solares em Hα além de outros equipamentos para imagem (CCD, filtros, espectroscópio, etc). Mas o grande telescópio já existe na FCUL/OAL: é um Ritchey-Chrétien de 45 cm, com montagem equatorial de garfo.

OAL – Observatório Astronómico de Lisboa
14 Set 2018

[vasaioqrcode]

See also Blogs Eclypse and Lab Fotográfico