3841: Northolt Branch Observatories

Os objectos NEOCP A10nfg9 e C2XC572, que observámos ontem à noite, foram agora designados 2020 LK e 2020 LL.

2020 LK é um asteróide do tipo Apollo com um diâmetro de 63-142 metros.
Foi observado pela primeira vez no ATLAS-MLO, Mauna Loa a 11 de Junho. Fez uma aproximação próxima no mesmo dia, a uma distância de 0.0282 UA (4.2 milhões de km) da Terra.

Observámo-lo quando estava visível em + 17.9 mag, movendo-se a 45 “/ min através da constelação de Bootes.
https://www.minorplanetcenter.net/mpec/K20/K20L47.html
——————————————————————————————

2020 LL é um asteróide do tipo Apollo com um diâmetro de 24-54 metros.
Foi observado pela primeira vez em Monte. Pesquisa de Lemmon no dia 11 de Junho. Faz uma aproximação estreita a 14 de Junho, a uma distância de 0.0142 UA (2.1 milhões de km) da Terra.

Observámo-lo quando estava visível em + 18.7 mag, movendo-se a 61 “/ min através da constelação de Serpens.
https://www.minorplanetcenter.net/mpec/K20/K20L48.html

Northolt Branch Observatories
Asteroid Day
NEOShield-2
Qhyccd

 

spacenews

 

3804: Northolt Branch Observatories

2013 XA22

2013 XA22 is an Apollo-type asteroid with a diameter of 81-183 metres. It was first observed at Mt. Lemmon Survey on the 13th of December 2013. It makes a close approach on June 8th, at a distance of 0.0195 AU (2.9 million km) from Earth.We observed 2013 XA22 at magnitude +16.6, moving at 22"/min through the constellation of Virgo. #SpotTheAsteroidNortholt Branch ObservatoriesAsteroid DayNEOShield-2Qhyccd

Publicado por Northolt Branch Observatories em Sábado, 6 de junho de 2020

 

2013 XA22 is an Apollo-type asteroid with a diameter of 81-183 metres. It was first observed at Mt. Lemmon Survey on the 13th of December 2013. It makes a close approach on June 8th, at a distance of 0.0195 AU (2.9 million km) from Earth.

We observed 2013 XA22 at magnitude +16.6, moving at 22″/min through the constellation of Virgo.

#SpotTheAsteroid

2013 XA22 é um asteróide do tipo Apollo com um diâmetro de 81-183 metros. Foi observado pela primeira vez em Monte. Lemmon Survey no dia 13 de Dezembro de 2013. Faz uma aproximação próxima no dia 8 de Junho, a uma distância de 0.0195 UA (2.9 milhões de km) da Terra.

Observamos 2013 XA22 na magnitude + 16.6, movendo-se a 22 “/ min através da constelação de Virgo.

#SpotTheAsteroid

Northolt Branch Observatories
Asteroid Day
NEOShield-2
Qhyccd

06/06/2020

 

spacenews

 

3740: Northolt Branch Observatories

2020 JY1 is an Apollo-type asteroid with a diameter of 25-56 metres. It was first observed at ATLAS-MLO, Mauna Loa on the 15th of May 2020. It made a close approach on May 22nd, at a distance of 0.0079 AU (1.2 million km) from Earth.

We observed 2020 JY1 at magnitude +17, moving at 35″/min through the constellation of Hercules.

#SpotTheAsteroid

2020 JY1 é um asteróide tipo Apollo com um diâmetro de 25-56 metros. Foi observado pela primeira vez no ATLAS-MLO, Mauna Loa no dia 15 de maio de 2020. Ele fez uma aproximação estreita no dia 22 de Maio, a uma distância de 0.0079 UA (1.2 milhões de km) de Terra.

Observamos 2020 JY1 em magnitude + 17, movendo-se a 35 “/ min através da constelação de Hércules.

#SpotTheAsteroid

 

2020 JY1

2020 JY1 is an Apollo-type asteroid with a diameter of 25-56 metres. It was first observed at ATLAS-MLO, Mauna Loa on the 15th of May 2020. It made a close approach on May 22nd, at a distance of 0.0079 AU (1.2 million km) from Earth.We observed 2020 JY1 at magnitude +17, moving at 35"/min through the constellation of Hercules.#SpotTheAsteroidNortholt Branch Observatories

Publicado por Northolt Branch Observatories em Sábado, 23 de maio de 2020

 

spacenews

 

3694: Northolt Branch Observatories

The NEOCP object, C172771, that we observed last night has now been designated 2020 JT1. It is an Apollo-type asteroid with a diameter of 41-93 metres.

2020 JT1 was first observed at Catalina Sky Survey on May 14th. It made a close approach today, at a distance of 0.0253 au (3.8 million km) from Earth.

We observed it when it was visible at +18 mag, moving at 53″/min through the constellation of Coma Berenices.
https://www.minorplanetcenter.net/mpec/K20/K20J86.html

 

spacenews

 

3537: Northolt Branch Observatories

2015 FC35

2015 FC35 is an Apollo-type asteroid with a diameter of 125 – 275 metres. It was first observed by Pan-STARRS 1, Haleakala on the 17th of March 2015. It makes a close approach on April 4th, at a distance of 0.0267 AU (3.9 million km) from Earth.We observed 2015 FC35 at magnitude +16, moving through the constellation of Virgo.#SpotTheAsteroidNortholt Branch ObservatoriesAsteroid DayNEOShield-2Qhyccd

Publicado por Northolt Branch Observatories em Quarta-feira, 1 de abril de 2020

 

2015 FC35 is an Apollo-type asteroid with a diameter of 125 – 275 metres. It was first observed by Pan-STARRS 1, Haleakala on the 17th of March 2015. It makes a close approach on April 4th, at a distance of 0.0267 AU (3.9 million km) from Earth.

We observed 2015 FC35 at magnitude +16, moving through the constellation of Virgo.

#SpotTheAsteroid

2015 FC35 é um asteróide tipo Apollo com um diâmetro de 125-275 metros. Foi observado pela primeira vez pelo Pan-STARRS 1, Haleakala no dia 17 de Março de 2015. Faz uma aproximação estreita no dia 4 de Abril, a uma distância de 0.0267 UA (3.9 milhões de km) da Terra.

Observamos 2015 FC35 na magnitude + 16, movendo-se através da constelação de Virgo.

#SpotTheAsteroid

 

spacenews

 

3524: Northolt Branch Observatories

CIÊNCIA/ASTRONOMIA

(163693) Atira is the prototype of the very rare class of Atira-type asteroids. It is a binary asteroid, with two components 4.8 km and and 1.0 km in diameter. It was discovered by LINEAR on February 11th 2003.

Atira orbits the Sun entirely inside of Earth’s orbit, and it is the largest of only 21 objects known to have such an orbit. It is currently observable at +18.2 mag.

Towards the left side, the image is very dark due to the glare from the planet Venus. At the time we to

Ver mais

O objecto NEOCP, C2F4212, que observamos recentemente foi agora designado 2020 FZ5. É um asteróide tipo Apollo com um diâmetro de 25-60 metros.

2020 FZ5 foi observado pela primeira vez em Mt. Pesquisa Lemmon no dia 25 de Março. Ele fez uma aproximação estreita no dia 26 de Março, a uma distância de 0.0295 au (4.4 milhões de km) da Terra.

Observamos-lo quando era visível a 19 +mag movendo-se através da constelação de Virgo.
https://www.minorplanetcenter.net/mpec/K20/K20FG4.html

 

spacenews

 

3434: NASA detecta asteróide de 1 Km que vem numa aproximação rápida à Terra

CIÊNCIA/ASTRONOMIA

A NASA está a vigiar um asteróide que passará “perto” do planeta no próximo fim de semana. Apesar de estar numa aproximação rápida, esta passagem não traz agora qualquer problema à Terra. Contudo, dada a sua dimensão, um impacto causaria uma destruição em escala global, como confirmou a agência espacial norte-americana.

Este viajante do espaço tem o nome de 2002 PZ39 e está referenciado no grupo dos asteróides Apollo. Aquelas rochas cujas órbitas estão localizadas próximas à da Terra.

Asteróide que viaja a uma velocidade infernal

A NASA está a seguir um asteróide “potencialmente cataclísmico” apelidado de 2002 PZ39. Segundo a estimativa da agência americana, a rocha deverá medir um quilómetro de diâmetro. O colossal asteróide está actualmente a correr pelo espaço a velocidades superiores a 57 240 km/h.

A este ritmo, a NASA referiu que o asteróide fará uma “passagem próxima” à Terra antes do meio-dia de sábado, 15 de Fevereiro.

De acordo com a agência espacial, qualquer rocha deste tamanho tem o potencial de matar milhões incontáveis após o impacto.

Se um meteoroide rochoso maior que 25 m, mas menor que um quilómetro – um pouco mais de 800 metros – atingisse a Terra, provavelmente causaria danos locais na área de impacto.

Acreditamos que qualquer coisa maior que um a dois quilómetros  poderia ter efeitos a nível mundial.

Referiu a agência espacial norte-americana.

NEOs são os perigosos asteróides que estão permanentemente a ser vigiados

O potencial destrutivo de tais asteróides também foi delineado num relatório da Casa Branca de 2018 sobre os chamados objectos quase terrestres ou NEOs. A Estratégia Nacional de Preparação para Objectos Próximos da Terra e o Plano de Acção advertiu que asteróides de até 1 km de diâmetro podem iniciar uma cadeia de cataclismos naturais devastadores.

Objectos próximos e maiores que um quilómetro podem causar danos em escala global. Podem provocar terremotos, tsunamis e outros efeitos secundários que vão muito além da área de impacto imediato.

Pensa-se que um asteróide de até 10 quilómetros de largura tenha causado a extinção dos dinossauros quando atingiu a península de Yucatan há cerca de 65 milhões de anos.

Refere o relatório.

Depois do dia dos namorados… visita-nos o 2002 PZ39

A 15 de Fevereiro, o asteróide 2002 PZ39 deverá aproximar-se do planeta por volta das 11.05 GMT. Assim, quando isto acontecer, a rocha oscilará pelo planeta a uma velocidade de cerca de 15,19km por segundo ou 57 240 km/h.

Apesar do seu tamanho, velocidade e etiqueta de perigosidade, a rocha passará ao largo da Terra. Segundo os dados, a distância mais próxima atingirá os 5,7 milhões de quilómetros do nosso planeta. Portanto, algo como 15 vezes a distância entre a Terra e a Lua.

Asteróide “bola de golfe” está a prender a atenção dos astrónomos (fotos)

Os asteróides são de todas as formas e tamanhos e têm traços únicos que os identificam e classificam. Assim, os astrónomos do MIT interessaram-se por um asteróide que tem tantas crateras que recebeu o … Continue a ler Asteróide “bola de golfe” está a prender a atenção dos astrónomos (fotos)

 

spacenews