777: A primavera chegou a Marte. E com ela, as misteriosas “aranhas marcianas”

NASA/JPL-Caltech/Univ. of Arizona

A NASA publicou fotografias de um fenómeno peculiar avistado na superfície de Marte, que se assemelha com “aranhas”. As imagens foram capturas na semana passada pela câmara HiRISE, instalada a bordo da nave espacial Mars Reconnaissance Orbiter.

Com a chegada da primavera ao planeta vermelho, o dióxido de carbono “fura” a camada de gelo no Polo Sul de Marte. Em seguida, o gás entra na atmosfera, enquanto uma poeira escura assenta nos “buraco” recém-criados .

Este é um processo sazonal que não é visto no planeta Terra. Tal como o gelo seco do nosso planeta, o dióxido de carbono em Marte sublima enquanto aquece – muda de sólido para gás -, ficando o gás preso debaixo da superfície, explica a NASA.

Com o tempo, o dióxido de carbono retido em pressão é, por fim, forte o suficiente para romper o gelo como um jacto que expele poeira. O gás é libertado na atmosfera e a poeira mais escura pode ser depositada à volta do respiradouro ou transportada pelos ventos para produzir estas estrias semelhantes a pequenas aranhas.

Com este movimento do CO2, a superfície do planeta fica literalmente pontilhada com estas formações, que são habitualmente comparadas por cientistas com aranhas negras nas suas “teias” de gelo.

ZAP // Sputik News

Por SN
18 Julho, 2018

[SlideDeck2 id=1476]

[powr-hit-counter id=b18e5af7_1531923049631]

See also Blog