2975: EUA querem trazer energia solar do espaço para a Terra

CIÊNCIA

A energia solar parece ser o caminho para substituir o petróleo no nosso planeta. Apesar de ainda estarmos a muitas décadas dessa completa transformação, há já planos e movimentações ambiciosas para recolher energia solar. Assim, conforme foi dado a conhecer, os EUA pretendem enviar energia solar do espaço para a Terra.

O Laboratório de Investigação da Força Aérea dos EUA (AFRL), em parceria com a empresa Northrop Grumman, terá um projecto para desenvolver uma sofisticada tecnologia orbital.

Americanos querem trazer energia solar do espaço para a Terra

De acordo com o que tem sido veiculado, a Força Aérea dos Estados Unidos está a trabalhar no desenvolvimento de um sistema que permite aos militares recolher energia solar no espaço e enviá-la para a Terra.

Conforme relata o Stars and Stripes, este projecto está em andamento no Laboratório de Investigação da Força Aérea em Albuquerque. É um projecto que conta com um financiamento acima dos 100 milhões de dólares e que foi baptizado como Projecto de Demonstração e Investigação Incremental de Energia Solar no Espaço (SSPIDR).

Esta tecnologia permitirá a recolha de enormes quantidades de energia solar no espaço. Posteriormente, essa energia será transmitida de forma concentrada para bases remotas dos EUA durante operações militares.

Como funcionaria a transferência dessa energia solar recolhida?

O SSPIDR recolherá a energia solar no espaço e irá converter a mesma numa radiofrequência para descer à Terra. No planeta, esta radiofrequência será então convertida de volta a energia por meio de estações receptoras no solo.

A ideia pode soar como algo vindo de um romance de ficção científica. Contudo, já existe esta técnica desde a década de 1960. O SSPIDR não só permitiria aos militares enviar energia para postos avançados remotos, como também eliminaria os riscos agora envolvidos no transporte de electricidade para postos avançados em regiões hostis.

Conforme é sabido, os militares actualmente têm que levar geradores de combustível diesel para postos avançados, expondo tropas a possíveis emboscadas. No entanto, o SSPIDR permitiria que os postos avançados recebessem energia sem colocar em risco a vida dos soldados americanos.

Segundo o Engadget, a China planeia lançar o desenvolvimento e o lançamento de um sistema semelhante até 2025.

Eficiência maior do que os painéis solares terrestres

Há um vasto leque de vantagens, inclusive a eficácia do SSPIDR sobre os painéis solares convencionais na Terra. O Departamento de Energia dos EUA estima que cerca de 30% da energia seja reflectida no espaço pela atmosfera da Terra. O SSPIDR poderia recolher energia durante todo o dia – se estiver posicionado correctamente no espaço – e transportá-la continuamente para a Terra.

Produza a sua própria energia eléctrica mas tenha estes cuidados

Nunca a energia solar esteve tão barata e nunca houve tanta vontade do mundo em geral produzir a sua própria energia. Depois de termos explicado que já é possível produzir a sua própria energia eléctrica, … Continue a ler

Pplware
06 Nov 2019