3256: O último eclipse do ano vai criar um “Anel de Fogo” nos céus

CIÊNCIA

NASA – Eclipse anular do Sol capturado pela NASA em Janeiro de 2011

O último eclipse solar deste ano será visível a 26 de Dezembro, um dia depois do Natal, criando um “Anel de Fogo” nos céus. A Lua vai cobrir o Sol, deixando visível os contornos do nosso astro e criando assim o efeito visual.

O eclipse parcial, detalha o portal Science Alert, poderá ser observado no sul da Índia, em Singapura, na Malásia, bem como em algumas regiões da Indonésia e alguns países da Península Arábica, como a Arábia Saudita, Qatar, Omã ou Emirados Arábes Unidos.

O fenómeno começará a ser visível nos céus na Arábia Saudita, terminando no Pacífico ocidental depois de atravessar as várias regiões acima mencionadas. De acordo com o jornal India Today, a maior obstrução do Sol ocorrerá na Índia (89%).

A imagem animada abaixo apresentada apresenta as áreas do mundo onde será possível ver o fenómeno. A sombra mostra onde se verá o eclipse parcial.

Fred Espenak/A. T. Sinclair/NASA

Dá-se um eclipse solar quando a Terra, o Sol e a Lua se alinham perfeitamente, fazendo com que o nosso satélite natural cubra a luz do nosso astro, criando uma espécie de “sombra” na superfície terrestre.

Um eclipse solar total ocorre quando a Lua está mais próxima da Terra. Em sentido oposto, um eclipse parcial ocorre quando satélite está mais distante, criando um efeito visual semelhante a um “Anel Dourado” ou um “Anel de Fogo”.

ZAP //

Por ZAP
24 Dezembro, 2019

 

spacenews