Asteróide 2 vezes maior que Mosteiro dos Jerónimos passa “perto” da Terra

CIÊNCIA

Um segundo asteróide já passou a cerca de 5,6 milhões de quilómetros do nosso planeta, segundo a NASA

Asteróide
© NASA

Um asteróide que pode ser duas vezes maior que o mosteiro dos Jerónimos, cuja fachada mede 300 metros, passou esta noite a 5,6 milhões de quilómetros da Terra, segundo a NASA. Foi o segundo asteróide de tamanho médio a passar perto do nosso planeta este sábado.

O asteróide 2010 C01, que tem entre 120 e 250 metros de comprimento, esteve mais próximo da Terra na madrugada de sábado, quando eram 02.42 em Lisboa. Já o segundo asteróide, 2000 QW7, um pouco maior com 290 a 650 metros em comprimento, esteve mais próximo do nosso planeta às 22.54 de sábado.

“Estes asteróides estão bem observados — um desde 2000 e outro desde 2010 — e as órbitas são bem conhecidas”, disse Lindley Johnson, do Gabinete de Coordenação da Defesa Planetária da NASA, em Washington. “Ambos os asteróides estão a passar a cerca de 14 distâncias lunares da Terra, ou cerca de 5,6 milhões de quilómetros, mas pequenos asteróides passam pela Terra tão perto o tempo todo”, acrescentou, citado pela agência espacial norte-americana.

O 2010 C01 é um “visitante” assíduo, tendo feito outra aproximação à Terra no ano passado, a 11 de Setembro. As visitas serão anuais até 2023, afastando-se depois da Terra até 2061.

A última vez que o 2000 QW7 tinha passado perto da Terra foi quando foi identificado, a 1 de Setembro de 2000, e só voltará a passar assim perto a 19 de Outubro de 2038.

Diário de Notícias
Susana Salvador
14 Setembro 2019 — 18:16