1,25″ Dielectric star Diagonal

 

Através do Grupo Compra/venda-Astronomia Ibérica do Facebook, consegui uma diagonal dieléctrica 1,25″ Canadian.- telescopes.com, como nova. Se o tempo permitir, logo de madrugada vou testá-la com os SkyWatcher ∅80/400mm e ∅127/1500mm.

No Piggyback do SW 80/400mm, instalei uma rótula de bola Genesis ABH-36, modelo Arca-Swiss, com sistema duplo de nível de borbulha, que já tinha, para dar mais rapidez, segurança e fiabilidade ao conjunto Canon 760D + tele-objectivas. Esta rótula pesa 365 gramas.

Actualmente e depois de ter desistido (temporariamente) do refractor Bresser-Messier AR 102/1000mm, o actual setup para fotografia lunar via telescópios, será este:

Mas também vou fazer prevalecer a fotografia lunar via super tele-objectivas Samyang, como já fazia antes de ter os telescópios. O setup do Mak 127/1500mm, do refractor 80/400mm e da DSLR poderá parecer exagerado para quem não está habituado a este tipo de configurações, mas podem crer que, este tipo de setup, é o chamado 3 em 1, ou seja, com uma montagem equatorial, tenho 3 fontes de captura perfeitamente alinhadas, sem ter de andar à procura da Lua com cada uma delas.

[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[powr-hit-counter id=ffde0e13_1524743746735]

 

411: Sessão lunar 26.Abr.2018

 

26042018@03:00 a.m.: céu com alguma nebulosidade, Lua a 85% o que vai dissipando o relevo das crateras pela forte iluminação vinda do Sol. Daqui para a frente nem vale a pena continuar a fotografar dado que é um disco branco sem relevo considerável.

Aliás, estou a considerar abandonar completamente a fotografia lunar via telescópios dado que as minhas várias tele-objectivas fotográficas de 500 a 2600mm, dão conta do trabalho, muito menos pesadas e com maior facilidade de manobra e transporte.

Encontra-se em vista uma Nikon Coolpix B700 ou uma Nikon Coolpix P900 que possuem fantásticos zoom’s digitais para este tipo de trabalho de astrofotografia lunar.

A sessão de hoje não me satisfez completamente, foi medíocre, dado não só pelas condições atmosféricas como pela própria fase da Lua. Não compensou o ter acordado às 03:00 a.m. e ter perdido uma hora na sessão. Ficam as imagens:

Imagens acima obtidas com:

  • Câmara Canon EOS 760D
  • Disparador remoto Canon RS-60E3
  • Super tele-objectiva Samyang catadióptrica ∅95mm DF 500~1000mm f/6.3
  • Super tele-objectiva Samyang ∅95mm DF 650~2600mm f/8.0-16.0
  • Telescópio SkyWatcher reflector Maksutov ∅127/1500mm
  • Telescópio SkyWatcher refractor ∅80/400mm
  • Montagem Equatorial SW EQ3-2 com 2 contrapesos Baader 2kg na dovetail
  • DX steel tube field tripod for astronomical mounts – Vixen Level
  • Buscador Skywatcher 9×50 com retícula iluminada
  • Filtro planetário #8
  • Filtro Explore Scientific ND-0.9 1,25″
  • Diagonal dieléctrica GSO 90º 2″
  • Ocular de projecção GSO CPL Super Plossl ∅42mm 2″
  • Ocular Vixen ∅25mm 1.25″
  • Anel T2 de baixo perfil e anel T2 standard

[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[powr-hit-counter id=28e4fa5e_1524734738630]

 

 

280: Sessão lunar 23.Jan.2018 (1ª. parte)

Sessão com Canon EOS 760D
Teleobjectiva Samyang 500mm F6.3 catadióptrica
Dorr 2x (1000mm)
Filtro UV 95mm
Comando remoto Canon
Tripé Cullmann com cabeça vídeo Sirui
(ainda com Sol)

Mais logo, a sessão com o Mak (2ª. parte)

[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[powr-hit-counter id=57df3dbc_1516737957886]

 

213: Sessão lunar 05.Dez.2017

Céu limpo, Lua a 92%, hoje foi dia de tele-objectiva, o Mak descansou…

Imagens obtidas com:

  • Câmara Canon EOS 760D
  • Tele objectiva Samyang 500mm
  • Filtro UV ∅95mm
  • Conversor 2x Dörr
  • Montagem Equatorial SW EQ3-2
  • Disparador remoto Canon

[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[powr-hit-counter id=554cbbac_1512520108040]

 

162: Sessão lunar de 29.Out.2017

 

Hoje, não é uma mas duas sessões. Fiz há pouco, cerca das 18:00 horas, com luz de dia mas com a tele-objectiva Samyang 500mm (descrição nas imagens). Logo à noite, virá a segunda sessão mas com o telescópio Mak 127. Ficam as imagens da tarde:

Sessão da noite:

As imagens abaixo foram captadas com:

  • Telescópio Skywatcher Mak 127/1500 + montagem equatorial SW EQ3-2
  • Com e sem diagonal 45º
  • Filtro Light Yellow #8
  • Com e sem lente Powermate Televue 2,5x (Barlow)
  • Focagem com Skywatcher buscador 9×50 com retícula iluminada e ocular GSO SuperView 15mm WideView
  • Câmara Canon EOS 760D com grip e controlo remoto Canon

[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[yasr_visitor_votes size=”medium”]

[powr-hit-counter id=89161a32_1509303963517]

 

151: Sessão lunar 24.Out.2017

 

Antes de iniciar a reportagem da sessão lunar de hoje, lamento o facto de ter recebido hoje, da Alemanha, uma máscara de Bahtinov – a que estava à espera há mais de uma semana -, com uma embalagem incrivelmente martelada (parece ter levado um pontapé ou coisa parecida) e um produto que, tendo custado € 31,00, nem metade desse preço vale. Ficam as imagens do deplorável acontecimento:

E a máscara de Bahtinov em plástico – a outra que mandei vir de Espanha é em metal, embora tivesse de efectuar adaptação para segurar ao tubo Mak 127 -, mas esta que veio hoje revestida com papel que não sei se é para tirar porque não o consegui fazer (estou à espera que a empresa em Portugal me diga como é):

Uma autêntica miséria em termos de qualidade e de sistema de logística, quer na origem, quer na transportadora (e este artigo veio directamente da Alemanha, embora seja made in China!). Mas vamos às imagens de hoje, divididas pelo Mak 127 e pela teleobjectiva fotográfica Samyang 500mm:

[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[yasr_visitor_votes size=”medium”]

[powr-hit-counter id=bcbe3cac_1508878319235]

 

 

144: Teleobjectiva catadióptrica Gloxy 900mm f/8

 

Está decidido, acabei de me preocupar na compra de um segundo telescópio para exclusivamente fotografar a Lua e vou optar pela teleobjectiva acima mencionada em título, um produto novo mas cuja marca merece absoluta confiança pelas provas já dadas no mercado, sendo possuidor de vários acessórios e objectivas macro Gloxy.

Assim, esta teleobjectiva passará a fazer parte das minhas futuras sessões lunares.

Gloxy fez isso de novo, tendo-nos deixado com a boca aberta com o seu novo lançamento, a super teleobjectiva Gloxy 900mm pronta para trazer astrofotografia e fotografia da natureza para todos os fotógrafos, sejam eles amadores ou profissionais, pois a relação qualidade/preço não deixará ninguém indiferente. As lentes de teleobjectiva são muito caras e, quando excedem os 500mm, esse preço é ainda mais exorbitante, mas este não é o caso da super-teleobjectiva Gloxy 900mm,  mantendo um preço económico sem ver a qualidade afectada.

Características:

  • Nova lente de teleobjectiva Gloxy com 900mm de distância focal 
  • Compatível com câmaras Canon com sensor APS-C ou Full Frame 
  • Super-teleobjectiva com uma excelente relação qualidade / preço 
  • Ideal para trabalhar com astrofotografia, natureza, pássaros e vida selvagem 
  • Revestimento em múltiplas camadas para evitar reflexões e alargamentos 
  • Construção selada e compacta, facilidade de uso 
  • Ideal para trabalhar com macro fotografia com a sua distância de focagem mínima

A super-teleobjectiva Gloxy 900mm foi concebida para trabalhar especialmente com disciplinas fotográficas que precisam ir ainda mais longe, como a astrofotografia, a natureza, a vida selvagem, as aves e até mesmo os desportos, pois, com esta objectiva, não só conseguir-se-á cenas de primeiro plano que se encontram muito perto, assim como muito longe, mas também onde se poderá ver os detalhes mais imperceptíveis, podeendo capturar todas as crateras da lua! Também será a objectiva perfeita quando se pretende trabalhar com animais selvagens durante um safari sem pôr em perigo a própria integridade física, sendo tudo vantajoso!

Especificamente, este modelo é compatível com câmaras Canon com sensor APS-C e Full Frame, uma vez que um adaptador T2 para montagens Canon está incluído gratuitamente. Também estão incluídas as tampas de trás e frontal da lente, juntamente com uma capa protectora para transportá-la confortavelmente durante as viagens. A lente Gloxy 900mm consiste em 8 elementos divididos em 8 grupos, para evitar possíveis aberrações e reflexos cromáticos, de modo que a qualidade das fotos sejam sempre impecáveis. A lente também possui um revestimento multi-camada que evita reflexos.

Outra vantagem que incorpora esta teleobjectiva Gloxy 900mm é que não só será ideal para trabalhar com as disciplinas fotográficas comentadas anteriormente, mas também será perfeita para retratos e fotografia macro, sim, sim, pode ler macrofotografias! Como isso é possível? Bem, ela foi projectada com uma distância mínima de aproximação de 2 m, para que possa chegar tão perto do motivo principal da foto e vai apreciá-lo até ao último detalhe, sem gastar uma fortuna!

Quanto à construção exterior da lente Gloxy 900mm, há a destacar que não é como as teleobjectivas convencionais do mercado, e isso tem um porquê. Normalmente, eles são muito mais bombásticos, mas esta objectiva tem um design compacto para que seja mais manejável, sendo o seu uso muito mais confortável. Também possui um design selado para evitar a entrada de poeira e sujeira. Se é um fotógrafo um pouco descuidado, não se preocupe! Esta teleobjectiva é projectada para permanecer sempre em perfeitas condições.

Gloxy 900mm f / 8.0 Telephoto Mirror Canon O que está incluído?

  • Telefoto 900mm f / 8
  • Adaptador de montagem Canon T2 
  • Frente e tampa traseira 
  • Capa

Irá fazer companhia às outras super-teleobjectivas que possuo da marca Samyang, 500mm e 650-1300mm e não esquecendo que com o conversor 2x Dörr, estas distânias focais duplicam para 1000, 1300, 1800 e 2600mm.

Teleobjectiva Samyang 500mm com conversor 2x Dörr (1000mm)

Super-teleobjectiva Samyang 650-1300mm com conversor 2x Dörr (1300-2600mm)

[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[yasr_visitor_votes size=”medium”]

[powr-hit-counter id=b7ccc239_1508250769006]

 

122: Sessão lunar 03.Out.2017

 

Céu limpo, hoje vou fotografar com tele-objectivas.

Clique na imagem para aumentar

Imagens tiradas com uma câmara Canon EOS 760D, tele-objectiva Ø95mm DF  650~1300mm, tripé Genesis ABT, SIRUI TY-350 Lens Rail,  Sirui Cabeça Vídeo VH-10,  Genesis IR-55QR – Cabeça Panorâmica, Filtro UV Dörr DHG Pro 95mm

[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=30]

[yasr_visitor_votes size=”medium”]

[powr-hit-counter id=88673dde_1507054449011]

 

79: Sessão lunar 07.Set.2017

Hoje, voltei a utilizar a tele-objectiva Samyang de ∅95mm DF 500mm f/6.3 com o teleconverter 2x que aumentou a DF para 1000mm.

Confesso que não sei o que se está a passar dado que as imagens estão péssimas em ordem a outras tiradas em meses anteriores com o mesmo equipamento…

Dada esta situação vou parar com as sessões até a Lua atingir metade da sua visibilidade, o que deverá acontecer entre 12 e 13 deste mês.

Esta imagem, tirada hoje, não tem nada a ver com a seguinte…

… com esta tirada a 11/07/2017…

… ou com esta, tirada a 06/01/2017, onde a nitidez das crateras são bem definidas…

Equipamento utilizado nesta sessão:

  • Câmara Canon EOS 760D com Canon BG-E18 Battery Grip
  • Tele-objectiva catadióptrica Samyang 500mm f/6.3
  • Filtro Dörr UV ∅95mm
  • Disparador remoto Canon RS-60E3
  • Cabeça de vídeo Sirui VH-10
  • Cabeça Panorâmica Genesis IR-55QR
  • Teleconverter 2x Dörr
  • Lens Rail Sirui TY-350

[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=30]

[yasr_visitor_votes size=”medium”]

[powr-hit-counter id=617c82ee_1504819072209]

 

 

63: Sessão lunar 28.Ago.2017

Embora com um dia de chuva, a tarde acalmou, o céu limpou e à noite conseguiu-se uma janela de abertura para tirar mais umas imagens à Lua.

Equipamento utilizado nesta sessão:

  • Câmara Canon EOS 760D
  • Teleobjectiva catadióptrica Samyang 500mm
  • Conversor 2x Dörr (utilizada a DF de 1000mm)
  • Filtro Dörr UV ∅95mm
  • Disparador remoto Canon RS-60E3
  • Tripé Genesis ABT
  • Cabeça de vídeo Sirui VH-10
  • Cabeça Panorâmica Genesis IR-55QR
  • Lens Rail Sirui TY-350

[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=30]

[yasr_visitor_votes size=”medium”]

[powr-hit-counter id=ba3278ab_1503954760399]