189: 12 mil euros e 17 meses depois, secretária de Estado recebe subsídio

 

– Ou nesta governança ou em todas as anteriores, de várias cores e ideologias, está justificada a razão porque esta malta gosta de estar na política! Será que outros trabalhadores do privado possuem as mesmas regalias? Subsídio de alojamento? Mordomias pagas pelos contribuintes sem apelo nem agravo! Aos desempregados de longa duração, sem qualquer apoio social, com contas para pagar e poderem sobreviver, não dão essas mordomias…

🇵🇹 GOVERNO // 💰MORDOMIAS // 🗣️ POLÍTICOS

Isabel Oneto não tem casa permanente perto de Lisboa e pediu o subsídio de alojamento em Março do ano passado.

António Cotrim / Lusa
A secretária de Estado da Administração Interna, Isabel Oneto

Muitos portugueses do “povo” costumam queixar-se de atrasos nos pagamentos de subsídios – mas os atrasos também acontecem entre os políticos.

– Tadinhos dos politicos…!!![/importante]

Isabel Oneto é secretária de Estado da Administração Interna desde Março de 2022. Ou seja, quando o actual Governo tomou posse.

Não tem morada permanente em Lisboa, nem a menos de 150 quilómetros da capital.

Por isso, logo na altura, pediu subsídio de alojamento para viver perto da Assembleia da República.

O pedido foi feito há quase um ano e meio, há 17 meses. Mas só agora foi aprovado.

O Correio da Manhã destaca que, agora com o despacho publicado no Diário da República, Isabel Oneto vai receber mais de 12 mil euros em atraso.

Segundo o despacho, estes 12 mil euros são metade do “valor das ajudas de custo estabelecidas para as remunerações-base superiores ao nível remuneratório 18” – são 753 euros por mês.

Há dois ministros com subsídio de alojamento: José Luís Carneiro e Manuel Pizarro.

ZAP //
31 Agosto, 2023


Ex-Combatente da Guerra do Ultramar, Web-designer,
Investigator, Astronomer and Digital Content Creator



published in: 4 semanas ago

Loading