1662: Doentes não-covid

Neste artigo, informava-se que Cerca de 40% dos serviços de saúde interrompidos devido à pandemia.

Ora bem, os doentes NÃO-COVID, todos aqueles que possuem (infelizmente) patologias diferentes da infecção pelo coronavírus SARS-CoV-2/Covid-19, encontram-se em “fila de espera” para serem atendidos nos Centros de Saúde.

A emissão de uma simples receita pelo médico de família, de medicamentos já inseridos no sistema informático, para doentes crónicos, levam TRÊS DIAS ÚTEIS a serem emitidos!

TRÊS DIAS para abrir a ficha do utente no computador, clicar no medicamento solicitado e enviar por SMS ou e-mail! Dúvidas? O e-mail que recebi da secretaria da USF (a única via de comunicação utente/médico de família), ao solicitar (por e-mail) a receita de um medicamento que consta da lista de medicamentos “crónicos”, foi esta:

“Caro(a) utente,

Confirmamos que recebemos o seu e-mail, o mesmo foi encaminhado para a médica de família.

O receituário ficará disponível no prazo de 3 dias úteis após o pedido. SMS/E-MAIL

Cumprimentos.”

E assim vamos andando nesta situação de merda, com um serviço de “saúde” falido e quem não tem hipótese financeira de ir ao privado, ai aguenta, aguenta! Que remédio…!!!

Francisco Gomes
12.03.2022

Web designer
computer programmer
Network Engineering and Computer Systems

 

 

© ® inforgom.pt é um domínio registado por F. Gomes