1304: Limitação de contactos entre 2 e 9 de Janeiro: teletrabalho obrigatório

SAÚDE PÚBLICA/PANDEMIA/COVID-19/RESTRIÇÕES

O Conselho de Ministros reuniu-se esta quinta-feira e anunciou que passa a ser obrigatório o certificado digital para entrar em restaurantes, alojamentos, eventos e ginásios. Teste negativo passa a ser obrigatório para entrar em Portugal.

© TIAGO PETINGA/LUSA

A obrigatoriedade de máscaras em espaços fechados e de testes negativos à covid-19 e certificado digital em recintos desportivos, bares, discotecas, grandes eventos e a implementação de uma semana de contenção de contactos entre 2 e 9 de Janeiro de 2022 foram as principais medidas anunciadas esta quinta-feira por António Costa para mitigar o aumento de casos. Para tal, Portugal vai entrar em estado de calamidade a partir de 1 de Dezembro.

Paralelamente, o certificado digital volta a ser obrigatório no acesso a restaurantes, estabelecimentos turísticos e alojamento local, assim como à entrada de ginásios e eventos com lugares marcados.

O acesso a lares, estabelecimentos de saúde e grandes eventos culturais ou desportivos passa a exigir a apresentação de teste de detecção do vírus SARS-CoV-2 com resultado negativo, mesmo para pessoas vacinadas contra a covid-19.

Consulte aqui o documento completo do Governo com as medidas

Na semana de contenção de contactos, no início do próximo ano, creches e escolas estarão encerradas, assim como bares e discotecas, enquanto o teletrabalho será obrigatório.

Em termos de controlo das fronteiras, o primeiro-ministro anunciou que será obrigatório o teste negativo em todos os voos que cheguem a Portugal, sendo que As companhias aéreas que transportem passageiros sem teste negativo à covid-19 incorrem em multas de 20 mil euros por pessoa.

Leia o minuto a minuto da conferência de imprensa

Live
Actualização
25 nov18:12
António Costa: “Tenho confiança na responsabilidade individual de cada um”

“Mais do que confiança nas normas, eu tenho confiança na responsabilidade individual de cada um. Todos sabem o que podemos fazer e o que não podemos fazer. Se assim for, estas medidas serão suficientes”

25 nov18:05
António Costa: “As creches também estarão encerradas entre 2 e 9 de Janeiro”

“As creches também estarão abrangidas pela medida de encerramento das escolas entre 2 e 9 de Janeiro, assim como o ensino particular. Os apoios é algo que está a ser avaliado pelo Ministério do Trabalho e da Segurança Social”

25 nov18:02
António Costa: “Há hoje muitos mais profissionais no SNS do que em 2015”

“Não corre tudo bem no SNS. Mas o Governo tem feito por isso. Há hoje muitos mais profissionais no SNS do que em 2015. O que seria se a pandemia tivesse acontecido nessa altura? O SNS tem estado a cumprir a sua função, que é responder a doentes (covid e não covid)”

25 nov17:57
António Costa: “Legislativas? Nas campanhas anteriores, não houve registo de surtos”

“As regiões autónomas gozam da sua autonomia”

“Legislativas? As actividades dos partidos têm de ser responsáveis. O processo eleitoral vai decorrer em segurança. Nas campanhas anteriores, não houve registo de surtos”

25 nov17:53
António Costa: “Certificado digital é uma garantia de segurança para todos”

“Temos de estar atentos à situação, procurar antecipá-la sempre que possível e ouvir a comunidade científica. Certificado digital é uma garantia de segurança para todos”

25 nov17:51

25 nov17:44

25 nov17:43
Semana de contenção de contactos entre 2 e 9 de Janeiro

“Não queremos repetir a trágica experiência de Janeiro do ano passado. Teremos uma semana de contenção de contactos entre 2 e 9 de Janeiro: teletrabalho obrigatório, recomeço das aulas a 10 de Janeiro e encerramento de discotecas”, anunciou o primeiro-ministro.

25 nov17:41

25 nov17:39
Testes negativos obrigatórios para todos os voos que cheguem a Portugal

“Será exigido teste negativo obrigatório para todos os voos que cheguem a Portugal. As sanções serão fortemente agravadas para as companhias de aviação”, revelou António Costa.

“Vamos reforçar o controlo nos aeroportos. Serão contratados seguranças privados”, acrescentou.

25 nov17:37
António Costa anuncia medidas assentes em máscaras, certificado digital e testes negativos:

“Conselho de Ministros elevou nível de alerta para calamidade, a partir de 1 de Dezembro, para podermos adoptar as medidas adequadas e proporcionais ao risco que vivemos”

“As máscaras passam a ser obrigatórias em todos os espaços fechados e todos os recintos não excecionados pela DGS”

“O certificado digital passa a ser obrigatório no acesso a restaurantes, estabelecimentos turísticos e alojamento local, eventos com lugares marcados e ginásio”

“Teste negativo obrigatório (mesmo para vacinados) no acesso a visitas a lares e pacientes internados em estabelecimentos de saúde, grandes eventos sem lugares marcados ou em recintos improvisados e recintos desportivos e em discotecas e bares”

25 nov17:33
António Costa recomenda auto-testes e teletrabalho:

“Sempre que possível, devemos fazer auto-testes, nomeadamente nas vésperas do Dia de Natal. E sempre que possível, o teletrabalho é recomendável”

25 nov17:32
António Costa: “A vacinação tem servido para salvar vidas”

“Temos o plano de vacinação em curso e é preciso reforçar esse esforço. A vacinação tem servido para salvar vidas. A vacina oferece segurança, mas tem existido uma evolução negativa nos novos casos e nos internamentos”

25 nov17:25
António Costa: “Novos casos e internamentos de hoje são significativamente inferiores aos do ano passado”

“Portugal é mesmo o país da Europa com a maior taxa de vacinação, que é largamente superior à generalidade dos países europeus, o que tem consequências benéficas, como o menor número de internamentos, internamentos em unidades de cuidados intensivos e menos óbitos”

“O número de novos casos de hoje [3150] é significativamente inferior aos do ano passado [5290], assim como os internamentos (691 contra 3251)”

25 nov16:49
Governo propôs apresentação simultânea de certificado digital e e teste negativo em bares, discotecas e grandes eventos

Entre as medidas comunicadas pelos partidos à saída da reunião com o chefe do executivo, o Chega avançou que o Governo deverá impor a apresentação do certificado e de um teste negativo para a entrada em bares, discotecas e grandes eventos.

A restauração deverá ficar de fora desta medida, segundo André Ventura, sendo que, nesses casos, só será exigido o certificado, “independentemente da hora e do dia”.

25 nov16:47
Controlo de fronteiras e regresso ao teletrabalho entre as possibilidades

Entre terça e quarta-feira, o primeiro-ministro chamou à residência oficial, o Palacete de São Bento, todos os partidos com assento parlamentar para recolher os seus contributos e perspectivas.

Os últimos a serem recebidos foram PSD e PS, tendo o líder da oposição, Rui Rio, defendido ser preciso fazer tudo para proteger a população da evolução da pandemia sem voltar a situações de confinamento ou fecho da economia, rejeitando “medidas mais pesadas” neste momento, mas mostrando disponibilidade do PSD para, no futuro próximo e em caso de necessidade, apoiar medidas com maior alcance.

Já o PS apontou a possibilidade do reforço do controlo das fronteiras para mitigar o avanço da pandemia, considerando que a recomendação do teletrabalho como já ocorreu noutros períodos é um instrumento que deve estar disponível.

25 nov16:46
Conselho de Ministros decide novas medidas para travar pandemia

O Conselho de Ministros reuniu-se esta quinta-feira para decidir novas medidas para travar a evolução da pandemia de covid-19, devendo ser o primeiro-ministro, António Costa, a apresentá-las, depois de dois dias a receber os partidos.

A reunião do executivo, que será presidida por António Costa, começou às 09.30, no Palácio da Ajuda, em Lisboa, que desde o início da pandemia tem sido o “quartel-general” das reuniões do Conselho de Ministros.

Diário de Notícias
David Pereira
25 Novembro 2021 — 17:22

© ® inforgom.pt e apokalypsus.com são domínios registados por F. Gomes