173: Internet a partir dos 50 anos pode retardar declínio do cérebro

 

O uso regular da Internet, ou apenas do e-mail, pode prevenir a perda de memória, conclui um estudo

Reuters

Reuters

A investigação, levada a cabo por investigadores da Universidade do Sul de Santa Catarina, Brasil, monitorizou os cérebros de cerca de 6.500 britânicos, entre os 50 e os 90 anos, concluindo que os que usam a Internet regularmente, têm um declínio das funções do cérebro mais lento.

O estudo, agora publicado no Journals of Gerontology, realizou-se durante oito anos, com recurso a testes de memória.

“As pessoas que usavam regularmente a Internet e o e-mail apresentaram uma melhoria de 3,07% na memória tardia em comparação com aqueles que não usavam a Internet”, verificaram os cientistas.

A explicação? A “literacia digital” usa mais redes cognitivas do cérebro e exercita os músculos do cérebro mantendo-o saudável por mais tempo.

In Visão online
16:30 Quinta feira, 14 de Agosto de 2014

Bactéria resistente aos antibióticos tem um ‘calcanhar de Aquiles’

 

Cientistas britânicos acreditam poder “desarmar” a bactéria E.coli

Reuters

Reuters

Os alertas têm sido constantes por parte dos responsáveis de saúde: a resistência aos antibióticos poderá levar a que dentro de 20 anos, até mesmo as intervenções cirúrgicas mais rotineiras sejam potencialmente fatais devido ao risco de infecção.

No entanto, a ameaça global poderá estar agora mais perto de ser dominada, com um grupo de cientistas da Universidade de East Anglia a anunciar, num estudo publicado na revista Nature, ter descoberto como a bactéria E.coli constrói a sua barreira impenetrável contra os antibióticos.

A equipa de investigadores acredita que dentro de poucos anos será possível ter um medicamento que “desligue” essa armadura, tornando a bactéria vulnerável.

“É um avanço muito significativo”, congratula-se o professor Changjiang Dong, da Universidade de East Anglia. “Muitas bactérias constroem uma defesa exterior que é importante para a sua sobrevivência e resistência aos medicamentos. Descobrimos uma forma de impedir isso”.

In Visão online
11:33 Quinta feira, 19 de Junho de 2014

138: Teste de sangue capaz de prever Alzheimer

 

Um novo teste pode antecipar a doença até três anos antes dos primeiros sintomas mas ainda não é cem por cento fiável.

Cientistas acreditam que um simples teste ao sangue pode levar a um diagnóstico precoce do Alzheimer, uma doença caracterizada por demência progressiva nos idosos.

Na sua versão actual, contudo, o teste tem apenas 90 por cento de fiabilidade, ou seja, uma em cada dez pessoas pode ser erradamente diagnosticada com uma doença para a qual não existe um tratamento efectivo.

Os investigadores acreditam que diagnosticar o Alzheimer mais cedo pode ajudar na procura de uma terapia ou cura, ao identificar as pessoas com maior risco de vir a sofrer da doença, que seriam elegíveis para participar em tratamentos experimentais.

A equipa do Centro Médico Universitário de Georgetown, em Washington, identificou 10 lípidos no sangue que são alterados em resultado da falência neuronal em determinadas partes do cérebro, associada ao Alzheimer.

Estes lípidos podem ser usados para detectar prematuramente sintomas de Alzheimer e outras formas de demência, tais como perda de memória e desorientação, facilmente confundidos com sinais normais de envelhecimento.

Segundo dados da Organização Alzheimer Portugal, estima-se que existam 153 mil pessoas com demência no nosso país, 90 mil das quais com doença de Alzheimer. A cada 24 segundos, um novo caso é diagnosticado na Europa.

In Visão online
14:47 Segunda feira, 10 de Março de 2014

[vasaioqrcode]

135: Cinco erros na cozinha que engordam

 

O site Fitnea, dedicado a temas de saúde, nutrição e fitness, elaborou uma lista de cinco erros a evitar na cozinha, sob pena de ver o peso aumentar. E cinco alternativas mais amigas da balança

Erro nº1 – Usar demasiado azeite

É consensual que o azeite é uma gordura boa, mas uma colher de sopa equivale a quase 125 calorias. Pode não parecer muito, mas é fácil usar o quádruplo dessa quantidade quando se está a cozinhar ou a temperar.

Alternativa – cozinhar os vegetais a vapor antes de os saltear com apenas a tal colher de sopa de azeite 

Opinião: a quantidade de azeite está na proporção ideal e não exagerada, claro, do tipo de receita que preparamos. A colherzinha de azeite sugerida não pode ser aplicada a todas as preparações culinárias. Não concordo com  a alternativa enunciada.

 

Erro nº2 – Calcular porções

Depois de um dia de trabalho, é difícil alguém dispor-se a perder tempo a medir e pesar cada ingrediente. Mas, na prática, o usar quantidades “a olho” pode implicar adicionar centenas de calorias escondidas à sua refeição.

Alternativa – Pesar os ingredientes nem que seja uma vez para ter uma ideia da quantidade/aspecto de uma porção saudável de peixe, leguminosas, etc.

Erro nº3 – Seguir a receita religiosamente

Este é um erro em que caem sobretudo os que principiantes ou que não se sentem à vontade entre tachos e panelas. Mas ao fazê-lo, pode estar a perder oportunidades valiosas de tornar a sua refeição mais saudável

Alternativa – Se uma receita diz para usar natas, substituir, em parte, pelo menos, por iogurte grego, por exemplo. Corta calorias e gordura e não sacrifica sabor nem textura

Opinião: a nata, tipo light (baixas calorias), pode ser empregue normalmente num preparado culinário sem ter de a substituir pelo iogurte grego.

 

Erro nº4 – Petiscar enquanto cozinha

Pode parecer irresistível provar o que se está a cozinhar ou ir petiscando os ingredientes (aqueles cubinhos de queijo ou aquele punhado de nozes, por exemplo…) sobretudo quando se está com fome.

Alternativa – E que tal uma pastilha elástica sem açúcar ou um simples copo de água para enganar o estômago?

Opinião: o copo de água é excelente para fazer iludir a “fome” que eventualmente possa surgir quando se está a cozinhar, exceptuando a fase em que temos de provar o preparado para rectificar temperos. A utilização da pastilha elástica, mesmo sem açúcar, é que considero completamente desajustada e inadequada neste contexto.

 

Erro nº5 – Deixar as sobras à vista

O jantar estava delicioso e todos ficaram saciados. Mas depois ficam ali alguns salgados à mão de semear, ou mesmo o que sobrou da lasanha.

Alternativa – Guarde ou divida pelos convidados as sobras assim que possível. Afinal, longe da vista...

Opinião: Dividir as sobras pelos convidados? Nunca tal ouvi na minha existência, a não ser que os convidados sejam familiares muito chegados e que no dia seguinte precisem de levar almoço para o trabalho e, nesse caso, se existirem sobras, sempre é uma ajuda…

In Visão online
9:45 Quinta feira, 20 de Fevereiro de 2014

[vasaioqrcode]

134: Actuação em caso de bebés engasgados tem novo método

 

As autoridades de saúde britânicas actualizaram os conselhos aos pais em relação ao que fazer quando um bebé está a sufocar. VEJA O VÍDEO

Até aqui, a forma aconselhada de agir perante um bebé com algo a obstruir-lhe a garganta era colocá-lo de barriga para baixo sobre o braço do adulto, batendo-lhe nas costas. Agora, os especialistas em primeiros socorros concluíram que é melhor colocar a criança na mesma posição mas apoiada na coxa do adulto.

A actualização deste guia, que pode salvar a vida de um bebé, surge numa altura em que um estudo levado a cabo no Reino Unido concluiu que 38% dos pais com crianças até aos cinco anos já tinham visto um filho sufocar e que, dos 1000 inquiridos, metade confessou não saber como agir nessa situação.

In Visão online
10:58 Sexta feira, 21 de Fevereiro de 2014

[vasaioqrcode]

 

131: 20 alimentos para combater as dores de cabeça

 

Cerca de 70 milhões de pessoas, em todo o mundo, sofrem de dores de cabeça crónicas e quando estas atacam não sabem como as mandar embora. Mas a verdade é que existem soluções fáceis e naturais para o fazer. E estão na sua cozinha

[acx_slideshow name=”default”]

O mundo das dores de cabeça é mais complexo do que parece e engana-se quem pensa que são todas iguais. Existem vários tipos e com causas distintas, sendo necessário identificá-las para as combater. Fique a saber como as reconhecer e que alimentos ingerir.

Enxaqueca

É aquela dor, quase sempre forte, que ataca somente um lado da cabeça, causando náuseas, sensibilidade à luz e impedindo que, por vezes, pequenas acções do dia-a-dia sejam concretizadas. A melhor solução para as prevenir é ingerir riboflavina, mais conhecida por vitamina B2. Esta melhora o desempenho do cérebro e ajuda a manter a energia das células musculares. Consumir diariamente 401 mg de alimentos ricos em vitamina B2 pode reduzir até 48 por cento a probabilidade de ter enxaquecas. Espargos, cogumelos e quinoa são os melhores alimentos para manter as enxaquecas bem longe.

Hormonal

Tal como as enxaquecas, também as dores de cabeça hormonais se apoderam apenas de uma zona da cabeça. A sua origem está no estrogénio, daí que as mulheres acabem por sofrer mais deste tipo de dor de cabeça do que os homens. Aqui, a melhor arma são os alimentos ricos em magnésio. Embora presente em quase todos, os mais eficazes para combater este tipo de dor de cabeça são os espinafres, as hortaliças, a batata-doce, as bananas e as sementes de girassol.

Tensão

Este tipo de dor de cabeça caracteriza-se pela sensação de ter uma faixa apertada na cabeça, tendo-se a impressão de que a estão a espremer. Está normalmente associada ao stress, podendo ser provocada pela tensão dos músculos do pescoço. Para lutar contra este tipo de dor é essencial ingerir alimentos ricos na co-enzima Q10, um poderoso antioxidante responsável pela produção de energia no nosso corpo e auxiliar na protecção dos vasos sanguíneos. Ingerir 101 mg três vezes por dia é suficiente para impedir que esta dor assegure um lugar na sua cabeça. Para isso, opte por ovos, atum ou cavala, brócolos e couve-flor.

Gripe ou resfriado

A dor de cabeça é muitas vezes um dos primeiros sinais de que vem aí uma gripe ou uma constipação. Isto acontece porque quando ficamos doentes o corpo começa, desde logo, a perder sais essenciais e água, causando desidratação. Para evitar que isso aconteça tenha sempre à mão alimentos ricos em água, normalmente frutas. Uvas, melancia, melão, abacaxi ou morangos devem entrar pelo menos numa das principais refeições do dia.

Chás 

A planta ligústica é usada há séculos pelos chineses. O segredo para afastar as enxaquecas mais terríveis é ingerir, diariamente, uma dose de 350 a 499 mg desta planta, o equivalente a duas ou três chávenas de chá. Embora não seja muito conhecida, a ligústica pode ser encontrada, por exemplo, em ervanárias. Outro grande antídoto contra as dores de cabeça, também usado pelos chineses, há milhares de anos é o gengibre, que funciona como um anti-inflamatório. Para fazer chá de gengibre deve cortar a raiz e fervê-lo durante dez minutos.

Uma outra opção para prevenir dores de cabeça é ferver cinco ameixas secas em quatro copos de água, juntamente com uma colher de sopa de chá verde e duas colheres de sopa de hortelã. Depois de dez minutos está pronto a beber. Três chávenas por dia são suficientes.

In Visão online
12:54 Sábado, 8 de Fevereiro de 2014

[vasaioqrcode]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...