394: Portugal regista mais 425 infectados e quatro mortes por covid-19

 

 

SAÚDE/COVID-19

José Sena Goulão / Lusa

Portugal regista mais quatro mortos e 425 casos de infecção por covid-19 este terça-feira, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS).

Os números revelados no boletim epidemiológico da Direcção-Geral da Saúde (DGS) desta terça-feira indicam que há mais 425 novos casos de covid-19, o que eleva para 65.021 o número total de casos identificados desde o início da pandemia.

Segundo o Expresso, trata-se de um valor abaixo da média dos últimos sete dias (589,4), mas acima da média dos últimos 30 (364).

A região com o maior número de infectados nas últimas 24 horas é Lisboa e Vale do Tejo (mais 227 novas infecções – 53,4%). Seguem-se o Norte (mais 117 casos), o Centro (mais 51), o Algarve (mais 15), o Alentejo (mais 14) e os Açores (mais 1). A Madeira não registou novos casos.

Nas últimas 24 horas, mais uma pessoa com covid-19 foi internada (478). Além disso, há menos dois infectados em unidades de cuidados intensivos (59).

Portugal registou também mais quatro óbitos. Destes, dois foram registados no Norte, um em Lisboa e Vale do Tejo e outro no Algarve. O total de óbitos é agora de 1.875.

Já se encontra disponível o relatório de situação de hoje, 15 de Setembro, que pode ser consultado integralmente em…

Publicado por Direção-Geral da Saúde em Terça-feira, 15 de Setembro de 2020

Nas últimas 24 horas, foram dados como recuperados mais 177 doentes, sendo agora o total de recuperados de 44.784.

Neste momento, há 18.784 doentes portugueses activos a ser acompanhados pelas autoridades de saúde, mais 244 do que segunda-feira. Em vigilância estão 36.758 pessoas.

ZAP //

Por ZAP
15 Setembro, 2020

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

1 thought on “394: Portugal regista mais 425 infectados e quatro mortes por covid-19

  1. Enquanto a juventude continuar nas bebedeiras, nos encontros de amigos e nas festarolas públicas ou privadas e a velhada continuar na sua vidinha “social”, nas caminhadas, etc., esta merda nunca irá abrandar, exista ou não vacina! Matem-se mas deixem os outros VIVER!

     

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.