250: Beba 3 cafés por dia (o risco compensa)

 

(CC0/PD) tookapic / pixabay

Um estudo, publicado recentemente, desmistificou a ideia de que consumir três chávenas de café por dia está associado a um deterioramento da saúde. O consumo de cafeína traduz-se, pelo contrário, num aumento de vantagens para a saúde a curto e a longo prazo.

O consumo de três ou quatro chávenas de café diárias está associado a uma menor probabilidade de desenvolver problemas cardiovasculares, como ataques de coração ou derrames cerebrais, e doenças hepáticas, como a cirrose.

O estudo, publicado esta semana na British Medical Journal, defende que o risco de desenvolver uma doença cardíaca é 19% menor nas pessoas que consomem café regularmente.

No entanto, o consumo não deve ser exagerado, e deve ser ajustado à condição de saúde de cada consumidor em particular. No caso das grávidas, por exemplo, a ingestão de cafeína não deve ultrapassar as 200mg diárias, isto é, cerca de duas chávenas de café.

Segundo a BBC, o estudo reúne uma análise estatística de 218 pesquisas anteriores – que apresentaram cerca de 70 resultados distintos – e foi conduzido na faculdade de medicina da Universidade de Southampton, no Reino Unido.

A investigação, a cargo de Robin Poole, um especialista na área da saúde, revela que, apesar desta correlação, não é possível afirmar que o café é o principal responsável pela menor incidência de doenças. Factores como a idade, o tabagismo, e a prática de exercício físico podem ter efeito na saúde das pessoas.

O professor Paul Roderick, co-autor do estudo, sustenta, porém, que “os benefícios do consumo moderado de café parecem superar os riscos“.

Os investigadores admitem que é difícil precisar o impacto do café na saúde das pessoas. O máximo que conseguiram, até agora, foram associações positivas entre quem bebe café e a incidência de determinadas doenças, se comparado aos que não consomem ou consomem em menor quantidade.

Eliseo Guallar, professor na escola de saúde pública John Hopkins Bloomberg, é comedido em relação aos resultados, e ressalva que os efeitos da ingestão de grandes quantidades de cafeína ainda são incertos.

“O consumo moderado parece ser notavelmente seguro, e pode ser incorporado como parte de uma dieta saudável pela maioria da população adulta”, conclui.

ZAP //

Por ZAP
24 Novembro, 2017

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...