Fazer chichi antes de sair de casa…

 

E-mail recebido e inserido abaixo para conhecimento de todos os interessados. Não deixa de ser interessante o seu conteúdo!

Pelo sim, pelo não, aí vai mais esta.

Abs

Resumindo: Deve-se sempre ter cuidado de ir logo à casa de banho quando se tem dor (necessidade) não aguentar a urina porque, vejamos que se bem me lembro: Quando as crianças são pequenas nós perguntamos, meninos nós vamos andar de carro e a viagem é grande, vamos fazer chichi?

Antes de sair de casa, antes de ir para a cama – Quem tem chichi? Senão o que acontece?
Uma derradeira mijadela no banco do carro …..na cama Muito bemmmmm ora vejamos o que acontece aos adultos
Oh parece que há chichi, oh mas eu aguento até casa…… o que acontece??? Leiam….. o que pode acontecer…. por isso toca a fazer chichi

Faty
Paz e Luz em nossas vidas, já riram? ah ah beijs
PASSE Na casa de banho ANTES DE VIAJAR…
Utilidade pública

Algumas vezes uma informação sobre saúde ouvida uma única vez pode ser relembrada por toda a vida, gerando um comportamento preventivo. Esse foi o impacto de uma palestra, proferida por um cirurgião de um pronto socorro cujo tema era a ruptura de bexiga por acidentes automobilísticos. Após a palestra os banheiros estavam repletos e os comentários sobre ir ao lavabo antes de entrar em um veículo eram enfáticos, demonstrando que o recado fora ouvido.

Através de dados estatísticos e imagens precisas, o especialista demonstrou como, num acidente que pode ser até banal, estando a bexiga cheia, há risco dela literalmente ‘estourar’.

Factos assim, bem demonstrados, são suficientes para, uma vez conhecidos, jamais serem esquecidos. Ao informar a plateia atenta sobre a frequência de atendimentos de urgência para sutura de bexiga derivadas de acidentes de carro, percebeu-se rumores e olhares de temor no público em geral. A causa mais comum das lesões da bexiga é a contusão (golpe externo), a qual ocorre, sobretudo, devido a acidentes automobilísticos, podendo também decorrer de quedas ou lesões desportivas.

A maioria das rupturas da bexiga ocorre pelo trauma externo e tem como causa principal a bexiga cheia durante o acidente. A bexiga cheia de urina absorve o impacto do golpe externo e não tendo resistência suficiente, explode como um balão de ar. Através da fenda que se abre, a urina e o sangue invadem a cavidade peritoneal, onde se encontram os intestinos, podendo provocar uma peritonite química e infecciosa com enorme dor. Os principais sintomas são a presença de sangue na urina e a dificuldade de micção. O diagnóstico precoce é importantíssimo, requerendo procedimentos radiográficos para delimitar as lesões e avaliar os escapes de urina.

Portanto, bexiga cheia e acidentes automobilísticos podem ter sérias consequências causando desde internações e até mesmo morte. As lacerações menores requerem internação, pois será necessário tratamento com sondas ureterais para drenar a urina, o que dura entre 7 a 10 dias. Nesse tempo, o tecido da bexiga pode cicatrizar sem intervenção. As lesões maiores com consequente descontrole de sangramento ou o extravasamento de grandes volumes de urina para os tecidos vizinhos podem exigir uma reparação cirúrgica.

A sutura de bexiga não é um procedimento trivial. Requer um trabalho delicado em um tecido difícil. Complicações podem ocorrer como inflamação da área suturada e até infecções hospitalares, não muito raras em grande parte dos hospitais. Entre os riscos de uma lesão grave está uma pressão arterial perigosamente baixa que pode acarretar choque e morte.

Assim, é sempre bom passar no banheiro e esvaziar a bexiga antes de entrar em qualquer veículo (automóvel, motociclo, autocarro etc.), pois, se estiver vazia, o
risco de rompimento diminui drasticamente.

Informação dessa natureza deve ser repassada, e aqui o boca a boca pode salvar vidas.

26: ALERTAS IMPORTANTES SOBRE O CANCRO

 

DEPOIS DE ANOS DIZENDO ÀS PESSOAS QUE A QUIMIOTERAPIA É O ÚNICO CAMINHO A TENTAR (TENTAR É A PALAVRA CHAVE) PARA ELIMINAR O CANCRO, O HOSPITAL JOHN HOPKINS ESTÁ FINALMENTE COMEÇANDO A DIZER-LHES QUE HÁ UM CAMINHO ALTERNATIVO.

Actualização em cancro pelo John Hopkins Hospital

1. Todas as pessoas têm células cancerosas no corpo. Estas células não aparecem nos testes-padrão até que tenham se multiplicado e atingido o número de alguns biliões. Quando os médicos dizem aos pacientes de cancro que não há mais células cancerosas nos seus corpos depois do tratamento, isto quer apenas dizer que os testes são incapazes de detectar as células cancerosas porque não atingiram o número detectável.

2. Células cancerosas ocorrem de 6 a mais de 10 vezes ao longo da vida das pessoas.

3. Quando o sistema imunológico da pessoa está forte, as células cancerosas são destruídas e impedidas de se multiplicar e formar tumores.

4. Quando uma pessoa tem cancro, isto indica que ela tem múltiplas deficiências nutricionais. Estas podem ser decorrentes de factores genéticos, do meio ambiente, da alimentação e do estilo de vida.

5. Para superar as múltiplas deficiências nutricionais, mudanças na dieta e a inclusão de suplementos, fortificarão o sistema imunológico.

6. Quimioterapia envolve o envenenamento das células cancerosas de rápido crescimento e também destrói células saudáveis também de rápido crescimento da medula óssea, do trato gastro-intestinal etc, e causar danos a órgãos como o fígado, os rins, coração, pulmões etc.

7. A radiação enquanto destrói células cancerosas, também queima, deixa cicatrizes e danifica células sadias, tecidos e órgãos.

8. Os tratamentos iniciais com quimioterapia e radiação frequentemente, reduzirão o tamanho do tumor. Contudo, o uso prolongado da quimioterapia e da radiação não resultará em maior destruição do tumor.

9. Quando o corpo tem uma carga muito grande de toxinas da quimioterapia e da radiação, o sistema imunológico é ou comprometido, ou destruído. Em consequência, a pessoa pode sucumbir por várias espécies de infecções e complicações.

10. Quimioterapia e radiação podem ocasionar mutações nas células cancerosas, tornando-as resistentes e difíceis destruir. A Cirurgia também pode espalhar as células cancerosas para outros lugares.

11. Um meio eficaz de combater o cancro é fazer as células cancerosas passarem fome, não lhes dando os alimentos de que necessitam para se multiplicar.

AS CÉLULAS CANCEROSAS SE ALIMENTAM DE:

1.  O açúcar é um alimentador de cancro. Ao eliminar o açúcar, é cortada uma importante fonte de alimentação para as células do cancro.

Substitutos do açúcar como Nutra Sweet, Equal, Spoonful, etc., são feitos com Aspartame que é prejudicial. Um substituto natural melhor seria mel Manuka ou melado, mas somente em pequenas quantidades. Sal de mesa tem uma substância química adicionada para lhe dar a cor branca. Melhor alternativa é ´Bragg’s aminous (?) ou sal marinho.

2.  O leite faz o corpo produzir muco, especialmente no trato gastro-intestinal. O cancro se alimenta de muco. Cortar o leite e substituí-lo por leite de soja sem açúcar, faz com que as células do cancro morram de fome.

3. As células de cancro prosperam em ambientes ácidos. Uma dieta à base de carne é ácida e é melhor comer peixe e galeto em vez de carne de vaca ou de porco. Carne bovina também contém antibióticos para o gado, hormona do crescimento e parasitas, que são prejudiciais, especialmente para pessoas com cancro.

4.  Uma dieta com 80% de vegetais frescos e sumos, grãos integrais, sementes, nozes e um pouco de frutas ajuda a colocar o corpo num ambiente alcalino. Cerca de 20% podem ser de alimentos cozidos inclusive feijões. Sumos de vegetais frescos proporcionam enzimas vivas que são facilmente absorvidas e descem até o nível celular dentro de 15 minutos para nutrir e estimular o crescimento das células sadias. Para obter enzimas vivas para formar células sadias, experimente e beba sumos de vegetais frescos (a maioria dos vegetais inclusive rebentos de feijão) e coma alguns vegetais crus 2 ou 3 vezes ao dia. As enzimas são destruídas a temperatura de 40º C (104° F).

5. Evite café, chá e chocolate, que contêm muita cafeína. Quanto à água – é melhor tomar água purificada, ou filtrada, para evitar toxinas conhecidas e metais pesados da água de torneira. Água destilada é ácida, evite-a.

6. A proteína da carne é de difícil digestão e exige um monte de enzimas digestivas. Carne não digerida ao permanecer no intestino apodrece e conduz a um aumento das toxinas.

7. As paredes das células cancerosas têm uma cobertura de proteína dura. Evitar ou comer menos carne liberta mais enzimas para atacar as paredes de proteínas das células cancerosas e possibilita que as células matadoras do corpo destruam as células cancerosas.

8. Alguns suplementos constroem o sistema imunológico (IP6, Flor-ssence, Essiac (???), antioxidantes, vitaminas, minerais EFAs (?) etc.) para possibilitar que às células matadoras do próprio corpo destruir as células cancerosas. Outros suplementos, como a vitamina E, são conhecidos por acarretar apoptose, ou seja morte programada de células, método normal do corpo de desfazer-se de células danificadas, indesejadas ou desnecessárias.

9. O cancro é uma doença da mente, do corpo e do espírito. Um espírito  preventivo e positivo ajudará ao guerreiro do cancro a ser um sobrevivente. A ira, o não perdoar e a amargura colocam o corpo num ambiente de tensão e acidez. Aprenda a ter um espírito amoroso e de perdão. Aprenda a relaxar e desfrutar da vida.

10.  As células cancerosas não prosperam num ambiente oxigenado. Exercícios diários e respiração profunda ajudam a proporcionar mais oxigénio para o nível celular. A terapia com oxigénio é outro meio empregado para destruir células cancerosas.

IMPORTANTE:

– Nenhum recipiente de plástico no microondas.

– Nenhuma garrafa de água no ‘congelador’.

– Nenhum envoltório de plástico no microondas.

John Hopkins recentemente enviou isto num dos seus comunicados à imprensa. Esta informação está também circulando no Centro Médico Walter Reed, do Exército:

A substância química dioxina causa cancro, especialmente cancro do seio.

As dioxinas são altamente venenosas para as células dos nossos corpos.

Não congele garrafas plásticas com água, pois isto liberta dioxinas do plástico.

Recentemente o Dr Edward Fujimoto, Gerente do Programa de Bem-Estar do Hospital Castle, esteve num programa de TV para explicar este risco para a saúde. Ele falou sobre as dioxinas e o quanto elas são más para nós. Ele disse que não devemos aquecer nossos alimentos no microondas usando utensílios de plástico.

Isto se aplica especialmente para os alimentos que contenham gordura. Ele disse que a combinação de gordura, alta temperatura e plásticos libertam dioxinas para os alimentos e, finalmente, para dentro das células do corpo.

Em lugar dos plásticos ele recomenda usar vidro, tais como Corning Ware, Pyrex ou utensílios de cerâmica para aquecer os alimentos.

Obtém-se os mesmos resultados, mas sem a dioxina para coisas como receitas de TV (TV dinners), macarrão de cozimento rápido e sopas, etc., eles devem ser removidos da embalagem e aquecidos noutro recipiente.

Papel não é mau, mas não se sabe o que o papel contém. Simplesmente, é mais seguro usar vidro temperado. Ele  lembra-nos que algum tempo atrás, alguns dos restaurantes de comida rápida (fast food) abandonaram recipientes de espuma e passaram para papel. O problema das dioxinas foi uma das razões.

Ele também ressaltou que invólucro plástico, como o filme plástico, é também tão perigoso quando colocado sobre os alimentos a serem cozidos em microondas. Com o alimento sob a acção da microonda, a alta temperatura acarreta que efectivamente toxinas venenosas evaporem do invólucro plástico penetrem no alimento. Como substituto, cubra o alimento com toalha de papel.


Este é um artigo que deve ser mandado para todas as pessoas importantes da sua vida.

Fonte: http://www.slideshare.net/mspnet/hospital-john-hopkins-eua-456928

– Este artigo foi enviado por e-mail e deve ser considerado não como uma fonte de inspiração para resolução do problema do cancro mas como uma nota informativa que cada um tomará em linha de conta com as devidas precauções.

 

Água e sabão…

 

De um e-mail recebido e que se transcreve na íntegra, para conhecimento dos interessados:

Achei que era muito importante partilhar esta notícia convosco.

Aos homens para quem vou enviar esta mensagem, passem a informação às vossas mulheres, mães e todas aquelas mulheres que conhecem. Saúde para todos.

ESTA MENSAGEM ESTÁ A SER DIVULGADA POR UMA BIOQUÍMICA URUGUAIA IDENTIFICADA ABAIXO.

Há um tempo atrás, fui a um seminário, sobre Cancro da Mama, conduzido por Terry Birk, com o apoio de Dan Sullivan. Durante os debates, perguntei porque razão a zona mais comum para desenvolver tumores cancerígenos no peito é perto da axila. A minha pergunta não pôde ser respondida na hora.
Esta informação foi-me enviada, recentemente, e alegro-me por a minha pergunta ter sido respondida.
Informei uma amiga que está a fazer quimioterapia e ela comentou que já tinha esta informação, obtida num grupo de apoio que está a frequentar.

Agora quero compartilhar a informação convosco.
A principal causa de Cancro da Mama é o uso de anti-transpirantes. Sim, ANTITRANSPIRANTES. A maioria dos produtos no mercado é uma combinação de
anti-transpirantes/desodorizantes. Vejam bem os rótulos!!
DESODORIZANTE está bem, ANTI-TRANSPIRANTE, não.

A concentração das toxinas provoca a mutação das células CANCRO. Eis aqui a razão:
O corpo humano tem apenas algumas áreas por onde pode eliminar as toxinas: atrás dos joelhos, atrás das orelhas, a área das virilhas e as axilas.
As toxinas são eliminadas com a transpiração. Os anti-transpirantes, como seu nome diz, evitam a transpiração; portanto, inibem o corpo de eliminar as toxinas através das axilas.
Estas toxinas não desaparecem por artes mágicas. Como não saem pelo suor o organismo deposita-as nas glândulas linfáticas que se encontram debaixo dos braços.
A maioria dos tumores cancerígenos do seio, ocorrem neste quadrante superior da área da mama. Precisamente onde se encontram as glândulas.
Nos homens parece ocorrer em menor proporção, mas também não estão isentos de desenvolver Cancro da Mama por causa dos anti-transpirantes.
A diferença está no facto de os antitranspirantes usados pelos homens não serem aplicados directamente sobre a pele; ficam, em grande parte, nos pêlos axiais.
As mulheres que aplicam anti-transpirantes logo após raparem ou depilarem as axilas, aumentam o risco devido a minúsculas feridas e irritações da pele, que fazem com que os componentes
químicos nocivos penetrem mais rapidamente no organismo.
Por favor, passem esta mensagem a todas as pessoas. O Cancro da Mama está a tornar-se tremendamente comum, e este aviso pode salvar algumas vidas.

Se de alguma forma duvidam desta informação, podem fazer as vossas próprias investigações.
Provavelmente vão chegar à mesma conclusão.
FAVOR DIVULGAR A TODAS AS MULHERES, POR TODOS OS MEIOS DISPONÍVEIS.

MSc. GABRIELA CASANOVA LARROSA, Prof. Assistente Dpto. De Biologia Celular e Molecular, Séc Biologia Celular
Faculdade de Ciências, Universidade da República Oriental do Uruguay.
Endereço: Igua 4225, Piso 7 – AlaSur – Cod Postal 11400
Telefone: (598-2) 525.86.18 al 21 (internos 145 y 218) Fax: (598-2)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...