137: Sete curiosidades sobre o café

 
O consumo em excesso de café é desaconselhado, mas estudos feitos nos últimos anos comprovam que o seu consumo moderado pode trazer benefícios, nomeadamente na prevenção da diabetes tipo II, cancro do fígado e doença de Parkinson. Mas há coisas sobre esta bebida que, talvez, ainda não saiba…

O Huffington Post apresentou uma lista de curiosidades sobre a bebida que é obrigatória para muitos.

Partilhamos algumas consigo:

tsf01032014_0101 – Foi originalmente conhecido na Europa como “vinho árabe”

O café chegou ao continente europeu no século XVI, vindo de terras árabes, onde era conhecido como “qahhwat al-bun”, ou “vinho do grão”. Essa expressão passou mais tarde a “qahwah”, que se tornou “kahveh” na Turquia, e que acabou por se converter no “café” que hoje conhecemos.

tsf01032014_0202 – O aroma a café em algumas lojas da especialidade pode ser falso

Empresas como a Starbucks recorrem por vezes a aromas artificiais para perfumar as suas lojas. Algumas marcas de café instantâneo como a Nescafé também adicionam aroma aos frascos, para que o produto pareça acabado de moer no momento de abertura.

tsf01032014_0303 – Os dois gatos com a maior longevidade alguma vez registada bebiam café todos os dias.

O gato que viveu mais tempo, reconhecido pelo Livro dos Recordes do Guinness, chamava-se Creme Puff e morreu com uns incríveis 38 anos de idade (a média está entre os 12 e os 14 anos). O seu dono, Jake Perry, dava-lhe café todas as manhãs, juntamente com bacon, ovos e brócolos. O mais curioso é que o gato que ostentava o recorde anterior, Grandpa Rex Allen, morreu com 34 anos, e era também um animal de estimação de Perry, tendo tido ao longo da vida a mesma dieta.

tsf01032014_0404 – Beber café pode proteger o seu fígado

Há algum tempo que é sabido que o café reduz o risco de desenvolver cirrose alcoólica, mas um estudo recente indica que o consumo de café reduz o risco de cancro do fígado em 40%. Três chávenas por dia reduzem o risco em mais de 50%.

tsf01032014_0505 – O pires pode ter servido originalmente para arrefecer o café.

Pode não passar de lenda, mas há quem diga que no século XVIII o o café era bebido a partir do pires, que era usado para arrefecer a bebida. Na época os pires eram mais fundos e largos e alguns quadros da época retratam essa forma estranha de consumir café e chá.

tsf01032014_0606 – Reza a lenda que bastou um golo de café para convencer o Papa

O café foi originalmente acusado de ser uma bebida demoníaca por alguns devotos cristãos, mas segundo o livro “Um Ano no Mundo“, de Frances Mayes, bastou ao Papa Clemente VII um golo para que declarasse: “Esta bebida é tão deliciosa que seria um pecado deixá-la apenas para os não-crentes! Derrotemos Satanás e abençoemos a bebida, que tem em si nada de ofensivo ao Cristianismo.”

tsf01032014_0707 – O “Café Suspenso” é uma tradição solidária

Surgiu em Itália, mas tem-se espalhado por todo o mundo, e consiste na tradição de pagar um café extra para um cliente futuro em dificuldades. Quem estiver em dificuldades financeiras pode perguntar no estabelecimento se tem “cafés suspensos” disponíveis, e beber assim o seu café.

In TSF online
28/02/2014 | 23:55

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...