365: 27.Nov.2019

Desde o passado dia 1 de Novembro que não fazíamos uma visita à tua campa e tratávamos das tuas flores porque o mau tempo não deixava e eu andava muito em baixo no que toca a saúde.

Mas pedi à Vera que fizesse uma forcinha para te visitar e tratar das tuas flores e ela lá foi sozinha. Ficam aqui as imagens tiradas do smartphone da Vera. Não foi por não te visitarmos que te esquecemos. Estás e estarás sempre nos nossos corações enquanto formos vivos.

 

364: 18.Nov.2019

 

Faz hoje quarenta meses que nos deixaste para sempre e a Saudade não sai dos nossos corações. Lembrar-te-emos sempre enquanto formos vivos. Descansa em Paz meu amor.


 

363: 01.Nov.2019

Convencionou-se que hoje seria Dia de Todos os Santos, e estipulou-se, na sociedade de consumo em que vivemos, que era o dia de visitar, nos cemitérios, os entes queridos que já partiram na sua última viagem.

Como ateu convicto, e cada vez mais, não necessito deste dia “especial” para ir visitar a campa da minha querida esposa porque faço-o regularmente todas as semanas, quando posso e quando o tempo o permite.

Além disso, também não estou na disposição de alimentar chulices que é o preço das flores aumentarem para o dobro – senão mais -, neste dia, nomeadamente nas barracas das floristas à porta do cemitério e porventura em todo o lado onde se comercialize este produto.

Para alimentar chulices, já basta o que tenho obrigatoriamente de pagar em impostos exorbitantes, nada adequados ao meu rendimento mensal, por isso apelido de chulice, além de ladroagem institucionalizada.

Segunda-feira, se não chover, iremos visitar a nossa querida e levar-lhe o habitual raminho de flores que deixou de estar inflacionado e voltou a preços que, embora normais, continuam a ser uma exorbitância.

 

362: 25.Out.2019

Estivemos contigo na passada segunda-feira e voltámos hoje, sexta-feira. Esta alteração de calendário deve-se ao tempo estar radioso e na próxima semana não sabemos como estará, por isso, alterámos a visita de segunda-feira próxima.

As flores anteriores continuaram porque estão bonitas e comprámos novo raminho no Pingo Doce de Alcântara, agora remodelado e que gostarias muito de ver. Na anterior versão íamos lá todos os dias fazer as compras, beber um café… Aqui ficam as imagens de hoje:

 

361: 21.Out.2019

Dia da visita semanal à campa da nossa querida. Como tem estado de chuva, as flores da semana passada estavam todas óptimas, não precisando mudá-las mas levámos um novo raminho de flores brancas e retirou-se as de há 15 dias atrás. A Vera é que trata dessa tarefa.

 

360: 18.Out.2019

Faz hoje trinta e nove meses que nos deixaste para sempre e a Saudade não sai dos nossos corações. Lembrar-te-emos sempre enquanto formos vivos. Descansa em Paz meu amor.


 

359: 16.Out.2019

Dia de visita à campa da nossa querida. Devido à chuva que caiu, as flores da semana passada estavam quase todas boas mas levámos, como sempre, um raminho novo, escolhido pela Vera.

 

358: 08.Out.2019

Dia de visita à campa da nossa querida Tina. Mudança das flores por um raminho novo, escolhido pela Vera.

 

357: 30.Set.2019

Dia da habitual visita semanal. As flores da semana passada, metade foram fora, não choveu, estavam secas, mas levámos um novo raminho muito bonito.

 

356: 23.Set.2019

Hoje foi dia de visita, as flores da semana passada ainda estavam boas dado que choveu durante quase toda a semana, mas levámos um novo raminho de flores brancas, muito bonito.

O aldrabão que te arranjou a campa, finalmente foi colá-la e colocar nova gravilha por cima da terra. Ficou mais decente.