Nov 13
2016

948: Ela está a caminho e as imagens são impressionantes

SUPER-LUA

dn13112016_01Desde 1948 que não havia uma super-lua assim. Uma super-lua maior que a de segunda-feira só ocorrerá a 25 de Novembro de 2034

A super-lua de segunda-feira será a maior e a mais brilhante do género desde 1948, e o melhor sítio para observá-la, em Lisboa, é no Parque das Nações, junto à Torre Vasco da Gama. Quem o diz é o Observatório Astronómico de Lisboa (OAL), na sua página na Internet.

Por definição, a super-lua acontece quando a diferença entre os instantes de Lua cheia e do perigeu é menor do que um dia e oito horas. O perigeu lunar ocorre quando a Lua, no percurso da sua órbita, está mais próxima da Terra.

Na segunda-feira, às 13:52 (hora de Lisboa), a Lua estará em fase de Lua cheia, tendo passado pelo perigeu, a 356.508,987 quilómetros da Terra, às 11:22. Os dois acontecimentos estão separados por duas horas e meia.

A última vez, segundo o OAL, que uma super-lua se aproximou tanto da Terra foi a 26 de Janeiro de 1948, quando a fase de Lua cheia ocorreu às 07:11 e atingiu o perigeu, a 356.460,526 quilómetros da Terra, às 11:18.

Uma super-lua maior que a de segunda-feira só ocorrerá a 25 de Novembro de 2034, quando a Lua cheia se aproximar mais da Terra, a 356.445,402 quilómetros.

De acordo com o Observatório Astronómico de Lisboa, a melhor altura para se observar, na segunda-feira, a super-lua é quando nasce, às 17:49, uma vez que a Lua está próxima do horizonte, e “o aumento do seu diâmetro vai parecer ainda maior do que a ampliação de 14 por cento causada pela ocorrência de super-lua”.

As super-luas são fenómenos frequentes, que sucedem todos os anos. Contudo, “nem todas terão o mesmo brilho e tamanho aparentes”. O efeito extra de ampliação e brilho, quando a Lua está próxima do horizonte, “é apenas uma ilusão óptica”, avisa o OAL.

Este ano, já ocorreu uma super-lua, a 16 de Outubro. A 14 de Dezembro, volta a acontecer outra. A mais expressiva, e “favorável para observar”, é a de segunda-feira.

A fase de Lua cheia acontece quando há um alinhamento tipo Sol-Terra-Lua. Uma vez que a órbita da Lua é excêntrica, tal faz com que o satélite esteja umas vezes mais perto, outras mais longe, da Terra, em cada mês lunar, isto é, a cada 27,3 dias.

A distância média entre a Terra e a Lua, no perigeu lunar (ponto orbital da Lua mais próximo da Terra), é de 363.100 quilómetros.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Diário de Notícias
13 DE NOVEMBRO DE 2016 | 22:05

Esta é minha e foi tirada ontem com uma objectiva de 1000mm montada numa Canon EOS 760D:

12112016_01

android7Nugat300

0-android_marshmallow_240lollipop5.1 Android-4.4.4-KitKat

0-cyanogenmod_lolli511 jn11022013

qr code generator



1-portugal QRCode

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter
This entry was posted in imagens, informação, superlua, Terra and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

Comments are closed.