Jan 16
2015

739: Google vai deixar de vender o Google Glass mas o projecto continua

A empresa anunciou que vai continuar a desenvolver o Google Glass à porta fechada.

Fotografia © Google Plus | Google Glass

Fotografia © Google Plus | Google Glass

A Google vai deixar de vender Google Glass ao público. O aparelho vai deixar de ser produzido comercialmente, embora a Google tenha dito que vai continuar a trabalhar no projecto, só que à porta fechada. O projecto vai também deixar de pertencer aos laboratórios Google X para passar a ser uma equipa independente.

Na sua página da rede social Google Plus, a equipa de desenvolvimento do Google Glass agradece aos chamados Explorers, as pessoas que, até agora, compraram, experimentaram e ajudaram a desenvolver os óculos inteligentes da Google. “Pedimos-vos para serem pioneiros, e vocês pegaram naquilo que começámos e foram mais longe do que alguma vez sonhámos”, diz o comunicado publicado quinta-feira, que explica que a transição do Google Glass para fora dos laboratórios experimentais Google X significa também o encerramento do Programa Explorer.

“O dia 19 de Janeiro será o último para obter o Glass Explorer Edition”, alerta a equipa no comunicado, explicando que continua a trabalhar no projecto. “Começarão a ver versões futuras do Glass quando elas estiverem prontas. (Para já, nada de espreitar.)”

O programa Glass At Work, porém, vai continuar a funcionar: não só a Google vai continuar a apoiar as empresas que já investiram no Glass, como novas empresas podem optar por comprar e adoptar o Glass como existe actualmente.

A designer principal do projecto, Isabelle Olsson, falou recentemente com o portal Fashionista e exprimiu as dificuldades de desenvolver um aparelho deste género sob o escrutínio do público. “É fácil esquecer quanto tempo isto realmente demora a fazer, mas nós mostramos esse processo ao mundo”, contou Olsson. “Isso expõe o tempo real que demora a levar um produto para o mercado. A maioria das empresas faz isto à porta fechada durante sete ou dez anos”.

Na divisão independente do Google Glass, agora fora dos laboratórios Google X, o projeto Glass vai manter a mesma directora, Ivy Ross, e o seu superior vai ser Tony Fadell, da empresa Nest, que a Google comprou o ano passado.

In Diário de Notícias online
por DN.pt
16/01/2015

0-android_logo350 01-sig

Android-4.4.4-KitKat 0-logocyanogenKK444_250

jn11022013 qr code generator



1-portugal Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

This entry was posted in Google, Google Glass, informação and tagged , , . Bookmark the permalink.